Imprimir
Categoria: Economia
Visualizações: 1681

A PROMOÇÃO do agro-negócio, empreendedorismo e desenvolvimento de cadeias de valor de produtos agrários constituem as áreas em que o Fundo do Desenvolvimento Agrário (FDA) deverá focalizar as suas acções.

A recomendação foi feita ontem pelo Primeiro-Ministro, Carlos Agostinho do Rosário, durante a cerimónia de tomada de posse dos directores geral e adjunto do FDA e do Secretário Permanente do Ministério da Educação e Desenvolvimento Humano.

Trata-se respectivamente de Eusébio Maurício Tumuitikile, Abdul César Mussuale e José Seiuane Júnior.

Segundo o primeiro-ministro, estas acções devem ser complementadas pela disseminação tecnológica e fortalecimento do mercado de insumos agrários através da maximização da utilização dos centros de serviços agrários, com vista a elevar os níveis de produção e produtividade agrária.

O governante disse esperar ainda que a nova direcção se concentre no financiamento de acções de reabilitação e manutenção de infraestruturas de irrigação para mitigar os efeitos das mudanças climáticas, com vista a contribuir para a geração de oportunidades de emprego, sobretudo para mulheres e jovens.

Para Do Rosário, no exercício das funções, a nova direcção deve pautar pela melhoria dos serviços prestados ao produtor, primando pela observância da transparência e boas práticas na gestão dos processos de concessão de crédito.

“Recomendamos que aprimorem os mecanismos de gestão que assegurem o retorno dos créditos concedidos, de forma a garantir que o fundo seja sustentável”, disse o primeiro-ministro.

Falando concretamente para o Secretário Permanente do Ministério da Educação e Desenvolvimento Humano, o governante disse que deve apoiar a direcção máxima no alcance de indicadores de governação que incluem o acesso e melhoria do processo de ensino-aprendizagem em todos os níveis do sistema de educação.

Recai ainda sobre o secretário permanente, segundo Carlos Agostinho do Rosário, o dever de contribuir na busca de soluções que concorram para a redução contínua do rácio aluno-professor, bem como na realização do plano de construção de mais infraestruturas escolares.