Director: Júlio Manjate   ||  Director(a) Adjunto(a): 

Opinião

Politica

O COORDENADOR interino da Renamo, Ossufo Momade, solicitou ontem ao Presidente da República, Filipe Nyusi, a correcção das nomeações interinas dos oficiais do seu ...

quarta, 19 dezembro 2018
Leia +

Nacional

Autárquicas 2018

A VOTAÇÃO nas oito mesas cujos resultados foram anulados pelo Conselho Constitucional na autarquia de Marromeu, em Sofala, deverá ser repetida até ao dia 25 de Novembro ...

quinta, 15 novembro 2018
Leia +
Pub
SN

Desporto

O DESPORTIVO de Maputo regressa ao Moçambola no próximo ano, depois da deliberação a seu favor do “caso Siaw” pelo Conselho de Disciplina da ...

quarta, 19 dezembro 2018
Leia +

Economia

O SECTOR privado considera que a liderança do Presidente da República, Filipe Nyusi, no processo de reformas mais sensíveis, no âmbito do Diálogo ...

quarta, 19 dezembro 2018
Read more

Tecnologias

A ocorrência da seca cíclica, que caracteriza a zona sul, particularmente, já requer tomada de medidas adequadas para a manutenção e protecção de ...

quarta, 19 dezembro 2018
Leia +

TIVE a oportunidade de participar, no passado dia 24 do mês corrente, do evento alusivo ao lançamento do livro bilingue (português - shimakonde) da autoria da escritora moçambicana Fátima Langa.

O lançamento deste livro intitulado – A Gazela, o Carneiro e o Coelho, teve lugar na Escola Primária da Maxaquene - Khovo e contou com a presença de alunos desta instituição e outros distintos convidados, de entre os quais, Tânia Tomé, directora de Negócios da Ecokaya e madrinha da escritora, o escritor Calane da Silva, e o embaixador da Venezuela, Marlon Labrador.

O início da cerimónia foi marcado por um momento cultural, no qual o grupo de dança Mapiko pôde animar os alunos e demais presentes. De seguida foi a vez de algumas crianças declamarem poemas e entoar alguns cânticos. Por fim, deu-se a palavra a estrela do dia para que se pronunciasse sobre o seu mais recente livro infantil. Fátima Langa desafiou os escritores para se engajarem de forma activa para publicarem mais livros como forma de despertarem os alunos para o hábito de leitura. 

Fátima Langa que, coincidentemente celebrava neste dia, o seu aniversário natalício, aproveitou a ocasião para em jeito singelo ofertar 10 livros a escola anfitriã do evento e outros 70 livros à Direcçãoda Educação do Distrito Municipal do KaMpfumu, como forma de apetrechar e incentivar a criação de bibliotecas nos sete distritos do município de Maputo.

Para ser sincero, chamou-me atenção a explicação dada pela escritora na ocasião sobre a importância dos livros infantis na vida das crianças. Em poucas palavras, Fátima Langa salientou a relevância de se publicar mais livros do género, de modo a se cultivar o hábito de leitura nos petizes. Quanto a este facto, concordo com escritora, pois poucas são as pessoas que escrevem para crianças. Isto é, o país carece de escritores que têm os petizes como público-alvo.

Acredito que parte dos problemas que se têm registado no sector da educação, concretamente, a dificuldade de leitura e escrita que os alunos apresentam poderia de certa forma ser amenizado com a publicação de mais livros infantis. Estou ciente de que este problema não se pode resolver unicamente com a promoção e divulgação da literatura infantil. Penso, no entanto, que os livros infantis como os que a Fátima Langa vem publicando nos últimos tempos, desperta o interesse de leitura nos alunos o que leva ao desenvolvimento de hábito de leitura nos petizes.

Fátima Langa tem no ser reportório obras publicadas como, Uma jibóia no congelador (2004), Vhembeti (2006), O rapaz e a raposa, em bilingue (português – cixope) (2012), o coelho e a águia, em bilingue (português – cixope), O leão, a mulher e a criança (2014) e neste mesmo ano lança a sua primeira obra em Braille. Por fim, como fiz referência, este ano Fátima Langa presenteou os petizes com o lançamento de mais um livro bilingue (português - shimakonde) - A Gazela, o Carneiro e o Coelho.

De referir que todas estas obras contribuirão de modo a que as crianças desenvolvam a imaginação, capacidade de contar história e ganhem gosto pela leitura e aperfeiçoem as suas habilidades de escrita. Fica aqui, portanto, o meu apelo aos demais escritores para que se possam ajuntar a Fátima Langa, no esforço com vista a promoção e divulgação da literatura infantil.

Bem-haja a literatura infantil, bem haja a escritora Fátima Langa!

Mussa Chaleque

Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction