OITENTA e dois trabalhadores humanitários morreram no Sudão do Sul desde que começou o conflito em Dezembro de 2013, informou quarta-feira o responsável do Gabinete de Coordenação de Assuntos Humanitários (OCHA) da ONU no país, Eugene Owusu. O coordenador pediu às partes em conflito que parem os confrontos e “o assédio” do pessoal humanitário. Acrescentou que nos últimos dias foram retirados pelo menos 60 trabalhadores do Estado de Junqali, no nordeste do país, perante a deterioração das condições de segurança e o conflito entre o Governo e os rebeldes.

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 64,13 65,40
ZAR 4,84 4,93
EUR 69,90 71,28

28.04.2017   Banco de Moçambique

Opinião & Análise

DENTRO de uma semana, ou seja a 5 de Maio, termina a trégua militar ...
2017-04-27 23:30:00
DE entre muitas, lembro-me do termo de café que Benjamim Faduco, jornalista ...
2017-04-27 23:30:00