O EMBAIXADOR da Arábia Saudita junto da ONU em Genebra disse ontem que Riade não se opõe a uma investigação independente às violações dos Direitos Humanos e crimes no Iémen, embora questione a oportunidade do inquérito. O Alto-Comissário da ONU para os Direitos Humanos, Zeid Ra’ad al-Hussein, pediu na segunda-feira ao Conselho de Direitos Humanos que estabeleça uma comissão de investigação internacional e independente para documentar os crimes cometidos no Iémen. O Iémen é palco há dois anos de uma guerra que opõe o Governo, apoiado por uma coligação árabe conduzida pela Arábia Saudita, aos rebeldes “Houthis”, aliados a unidades do exército que permaneceram fiéis ao ex-Presidente Ali Abdallah Saleh e acusados de ligações ao Irão. O Alto Comissariado dos Direitos Humanos registou 5.144 civis mortos e 8.749 feridos desde o início do conflito e acusa os dois lados em conflito cometeram graves violações.

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 60,70 61,84
ZAR 4,43 4,51
EUR 71,53 72,88

11.10.2017   Banco de Moçambique

Opinião & Análise

E ENTÃO o meu amigo, muito andado pelas tascas de Rossio e do Chiado, a ...
2017-10-23 23:30:00
LOCALIZADA no extremo norte da província de Cabo Delgado, fazendo fronteira ...
2017-10-22 23:30:00
FRETILIN é nome de um dos movimentos que lutaram pela independência de ...
2017-10-22 23:30:00
NA semana passada vimos mais um acto mediatizado de demolições de ...
2017-10-22 23:30:00