A Ministra da Administração Estatal e Função Pública, Carmelita Namashulua, exortou os órgãos autárquicos investidos ontem, na Matola, a primarem por um trabalho articulado e harmonizarem a sua actuação, por forma a racionalizar recursos públicos disponíveis.

Namashulua, que falava ontem, na Matola, em representação do Governo na investidura dos órgãos autárquicos da urbe, destacou que o desenvolvimento harmonioso da autarquia só será concretizado através de um trabalho conjunto e de complementaridade.

Segundo a governante, o objectivo que norteou a criação das autarquias é a gestão dos assuntos públicos a nível local, facto que só será bem-sucedido se os órgãos autárquicos mantiverem encontros regulares de planificação e monitoria.

“Para o alcance do desiderato impõe-se que o comportamento, atitude e carácter do funcionário se ajustem à cultura de bem servir”, disse Namashulua.

Segundo ela, nesta missão é prioritária a erradicação da corrupção.

Namashulua destacou que Moçambique é um país unitário, que respeita o princípio de autonomia das autarquias locais, como forma de permitir que o cidadão tome parte na solução dos seus próprios problemas.

Assim, os órgãos autárquicos são chamados a privilegiar a auscultação das comunidades, manter o civismo, calma, vigilância e tolerância para neutralizar qualquer tentativa de aproveitamento e manipulação para instigar a desordem, em detrimento da paz, democracia e estabilidade política.

“Todos vamos contribuir na busca de soluções para contrapor o alto custo de vida”, disse, avançando que a educação cívica é tarefa permanente para que o cidadão possa ter a informação necessária que lhe permita viver com civismo.

Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction