Peritos de navegação internacional trabalham, esta semana, na cidade da Beira, na operação de retirada da draga Aruângua, que se encontra encalhada, depois de ter sido arrastada pelos ventos do ciclone Idai.

O processo de retirada da draga, que está retida há mais de 15 dias na zona de convergência das águas do mar e do rio Búzi, está a acontecer no meio de dificuldades, devido ao lodo e ramos de mangal, que se encontram no local.

O presidente do conselho de Administração da Empresa Moçambicana de Dragagem (EMODRAGA), Domingos Bié, disse que os ventos arrastaram também a draga Alcântara Santos, que foi retirada no passado dia 21 de Março.

Apesar de as duas dragas não estarem a operar, Domingos Bié, garantiu que o canal de acesso ao Porto da Beira oferece condições de navegação, para receber todo o tipo de navios.

“Felizmente, quando nos atinge este furação já tínhamos boas condições de navegabilidade no canal”, disse.

Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction