Imprimir
Categoria: Beira
Visualizações: 558

O terminal de combustíveis do porto da Beira, em Sofala, retoma as suas actividades em finais deste mês. A garantia foi dada pela Cornelder Moçambique, entidade concessionária dos terminais de carga geral do porto da Beira que, neste momento, está a trabalhar para a reposição daquela infra-estrutura destruída pelo ciclone Idai.

Para o efeito, chega dentro de dias a matéria-prima importada por aquela firma para a viabilização deste projecto.

No mesmo período serão concluídos os trabalhos de reposição de mais de vinte e três mil metros cúbicos de cobertura de armazéns, segundo avançou, em Blantyre, o administrador delegado da Cornelder Moçambique.

Jan de Vries, citado pela Rádio Moçambique, explicou que este trabalho vem completar o esforço empreendido pela sua instituição na reposição dos danos causados pelo ciclone Idai, para garantir que os utentes do corredor da Beira, países do interland, continuem a ter Moçambique como opção para o manuseamento das suas cargas.

 A fonte assegurou, em Malawi, na conferência de investimento com os principais utentes do porto da Beira, que o Governo moçambicano está em contacto permanente com o Banco Mundial para a reposição definitiva das infra-estruturas danificadas no corredor da Beira