Imprimir
Categoria: Capital
Visualizações: 221

O Sameamento do meio em Boane, na província de Maputo, tende a melhorar nos últimos tempos, com o envolvimento directo dos munícipesna limpeza das ruas, valas de drenagem e espaços públicos.

É uma colaboração que ocorre numa altura em que o Conselho Municipal da Vila de Boane, em parceria com o Ministério da Terra Ambiente e Desenvolvimento Rural (MITADER), adquiriu 15 contentores para o depósito de lixo que foram distribuídos pelos bairros.

O presidente desta autarquia, Jacinto Loureiro, indicou que acções rotineiras de recolha de resíduos sólidos estão a decorrer com vista à melhoria do saneamento no centro da vila e nos bairros. 

“As valas de drenagem ao longo da Estrada Nacional Número Dois (EN2) estão limpas graças ao envolvimento dos munícipes nesta causa. Regularmente realizamos campanhas de limpeza envolvendo militares, membros da sociedade civil e congregações religiosas”, disse.

O interlocutor referiu que, no âmbito do projecto “Lissima la Ubassisse”, financiado pela WaterAid, foram construídas 18 latrinas melhoradas no bairro Filipe Samuel Magaia para famílias vulneráveis.

O “Notícias” soube que no ano passado a edilidade adquiriu meios que estão a ser usados nesta causa.  

A fonte referiu que as autoridades municipais estão a procurar repor as valas e sarjetas danificadas, enquanto não forem contratadas empresas para o efeito.

Loureiro esclareceu que de Janeiro a esta parte foram criados vários espaços verdes na vila, proporcionando um ambiente mais agradável aos munícipes, turistas e não só. Para garantir a reposição das plantas nos jardins e praças, a fonte disse que acaba de ser construída uma estufa no Instituto Agrário de Boane.

“Temos técnicos que têm estado a garantir a manutenção dos espaços verdes. Estamos a trabalhar para que Boane seja uma referência no saneamento do meio e na criação de espaços verdes. Por exemplo, recentemente, inaugurámos um jardim municipal no centro da vila”, disse.

A fonte avançou estar em curso a construção de um espaço para a realização de eventos culturais, com destaque para teatro, declamação de poesia, projecção de filmes, entre outras manifestações. Ainda este ano foi inaugurada uma biblioteca infantilcom capacidade para armazenar 300 livros e 38 assentos para os utentes, construída com base do reaproveitamento de autocarros em desuso.