ESTUDANTES de 24 escolas secundárias da cidade e província de Maputo beneficiaram há dias de uma orientação vocacional promovida pela Universidade Eduardo Mondlane (UEM), como parte do “Dia Aberto”, evento que visa divulgar cursos e actividades desenvolvidas na maior instituição de Ensino Superior do país.

 

De acordo com o reitor da UEM, Orlando Quilambo, a iniciativa é um momento ímpar, onde o aluno do ensino pré-universitário tem a oportunidade de conhecer a aplicabilidade e outras informações complementares para a escolha dos cursos.

Referiu que muitos candidatos concorrem com pouco conhecimento sobre os cursos, dispondo apenas do edital, que tem o número de vagas. Apontou que a situação, muitas vezes, propicia más escolhas e o arrependimento.

“Abrimos as nossas portas para que os visitantes possam conhecer-nos. No “Dia Aberto”, os presentes tiveram a oportunidade de conhecer as nossas instalações através de visitas guiadas às nossas unidades orgânicas. Além disso, realizamos feiras de saúde e desportivas”, acrescentou.

Durante cerca de 10 horas, as faculdades e escolas que compõem a UEM exibiram os seus cursos, serviços, produtos, experiências e demonstrações científicas.

Nos anos transactos, o evento acontecia em dois e, por vezes, três dias, sendo que os expositores ficavam todos numa tenda, para a divulgação dos seus produtos. Neste ano, justificou Quilambo, por limitações financeiras a iniciativa decorreu num só dia e nas várias faculdades que se encontram no campus universitário.

“Apesar disso, o evento não perdeu a qualidade, apenas compactamos o tempo de visitas. Assim, pela manhã passaram pelo campus universitário 16 escolas e no período diurno outras oito”, disse.

A estudante da Faculdade de Veterinária, Amina Langa, esteve no seu stand, pronta para atender os alunos do ensino pré-universitário. Apontou que eles ficaram maravilhados com o que viram, perguntaram sobre os cursos e demonstravam o seu interesse em fazer parte da faculdade.

A estudante da 11.a classe na Escola Secundária da Polana, Asbel Madeira, disse que aprendeu muito com a visita. Contou que quer ser médica e com a feira teve a oportunidade de saber mais sobre o curso de seus sonhos.

Versão-Impressa


Mais recentes

Breves

Editorial

EDITORIAL
Sexta, 23 Junho 2017
DOIS momentos marcaram esta semana o contacto entre o Banco de Moçambique e a comunicação social, nomeadamente o ponto de situação da economia nacional e os esclarecimentos à volta do processo que culminou com a venda do Banco Moza à Kuhanha –... Ler mais..

Primeiro Plano

IMAGE
Mandimba faz de tudo para não passar fome
Terça, 27 Junho 2017
Há cada vez menos pessoas a se envolverem no cultivo e comercialização de tabaco, no distrito de Mandimba, província de Niassa, desânimo associado à falta de chuvas que se registou na campanha agrária passada e que provocou prejuízos enormes aos produtores. Ler mais..

Assim vai o mundo

Preçário dos jornais online

Anual 5.746,00 MT
Semestral
Trimestral 1.436,00 MT
Mensal 478,00 MT
Quizenal 239,00 MT
Semanal
Diário 18,00 MT

Jornal Noticias

Anual 1.872,00 MT
Semestral
Trimestral 468,00 MT
Mensal 156,00 MT
Semanal 27,00 MT

Jornal Domingo

Anual 1.872,00 MT
Semestral
Trimestral 468,00 MT
Mensal 156,00 MT
Semanal 27,00 MT

Jornal Desafio

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 59,83 60,97
ZAR 4,66 4,75
EUR 66,81 68,07

22.06.2017   Banco de Moçambique

Opinião & Análise

CONTRA as minhas próprias convicções, sou impelido a concordar ...
2017-06-27 06:45:03
ESTÁ um frio do catano. Me penetra até aos ossos, que os imagino ...
2017-06-27 06:43:12
EM 1975, eu ainda era pequeno. Com a idade que tinha, naturalmente não me ...
2017-06-26 07:35:13
A PREPARAÇÃO para ir a Foto Mia, a única casa de fotografia de ...
2017-06-26 07:30:10
NOS últimos dias, a actividade de “car wash” na cidade de Maputo ...
2017-06-26 07:25:47

Conversas ao sábado

  • Publicidade_Versao_Imprensa

Quem está online?

Temos 3391 visitantes em linha