Numa instituição de saúde e de ensino, a pesquisa é um elemento chave para o desenvolvimento científico, pois preenche as lacunas que, eventualmente, possam existir no processo laboral, defende Mouzinho Saíde, director-geral do Hospital Central de Maputo (HCM).

Falando na abertura das IV jornadas científicas da maior unidade sanitária do país e referência no atendimento de doentes, Saíde disse que a qualidade de cuidados prestados também pode ser medida a partir da pesquisa, pois é nela que se levantam os principais problemas e encontradas as soluções.

Incentivou aos estudantes e profissionais de saúde para se manterem na vanguarda, no campo da pesquisa, como pressuposto para uma melhor solução de todos os problemas.

As jornadas científicas deste ano decorrem sob o lema “HCM por inovação e melhoria da assistência ao doente“, e contam com a presença de palestrantes nacionais e estrangeiros, que vão partilhar os avanços que ocorrem na área da saúde, dentro e fora do país.

Sandra Mavale, directora científica do HCM, disse que a escolha do lema prende-se com a necessidade, não só de assistir o paciente, como também de fazê-lo com a devida qualidade, que vai da humanização do pessoal de saúde até à prescrição do medicamento com maior qualidade.

Para a fonte, esta é uma oportunidade para uma reflexão rigorosa e crítica sobre as questões de saúde, que afectam a população moçambicana, com destaque para os doentes desta unidade hospitalar.

No total serão exibidos 135 trabalhos de investigação, dentre eles 42 apresentações orais, quatro de pesquisadores internacionais. Nos simpósios, que irão decorrer em paralelo, serão feitas duas grandes apresentações, por igual número de pesquisadores, um nacional e outro estrangeiro.

Corporizarão ainda o evento mesas-redondas sobre o trauma, que é uma das maiores causas de atendimento no HCM, bem como sobre as doenças cardiovasculares e diferentes tipos de cancro.

“Esperamos no fim melhorar a nossa abordagem diária, melhorar os protocolos de trabalho e estarmos em altura de vir ao público dizer quais são os reais problemas de saúde no HCM, bem como as formas de preveni-los”, enfatizou.

Nas últimas jornadas, que tiveram lugar em 2015, a grande constatação foi de que a asma era o grande problema no atendimento, na maior unidade hospitalar do país, com maior parte dos doentes a não fazerem o tratamento de forma regular.

 “Outra conclusão é de que, em parte, os doentes com asma têm o mito das bombinhas e, por conseguinte, há muito trabalho por fazer”, disse.

As jornadas científicas do HCM são uma realização bienal e têm lugar desde 2011. Hoje é segundo e último dia do evento.

Com mais de 3070 trabalhadores, o HCM possui actualmente perto de 300 médicos e tem uma capacidade de internamento de 1500 camas.

Mais recentes

Breves

Editorial

EDITORIAL
Sexta, 20 Outubro 2017
O PRESIDENTE da República, Filipe Nyusi, manifestou há dias, e de forma particularmente severa, a sua preocupação em relação aos elevados índices de corrupção que se registam no país, tanto no sector público quanto no... Ler mais..

Primeiro Plano

IMAGE
Caia vira corredor de desenvolvimento
Quinta, 19 Outubro 2017
O ADMINISTRADOR do distrito de Caia, João Saize, considerou, há dias, em entrevista ao nosso Jornal, que nos últimos oito anos a região se transformou num verdadeiro corredor de desenvolvimento, com a entrada em funcionamento da Ponte Armando Guebuza, em Agosto de 2009. Ler mais..

Assim vai o mundo

Preçário dos jornais online

Anual 5.746,00 MT
Semestral
Trimestral 1.436,00 MT
Mensal 478,00 MT
Quinzenal 239,00 MT
Semanal
Diário 18,00 MT

Jornal Noticias

Anual 1.872,00 MT
Semestral
Trimestral 468,00 MT
Mensal 156,00 MT
Semanal 27,00 MT

Jornal Domingo

Anual 1.872,00 MT
Semestral
Trimestral 468,00 MT
Mensal 156,00 MT
Semanal 27,00 MT

Jornal Desafio

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 60,70 61,84
ZAR 4,43 4,51
EUR 71,53 72,88

11.10.2017   Banco de Moçambique

Opinião & Análise

HÁ alguns anos, o Governo do ex- presidente moçambicano, Joaquim ...
2017-10-20 23:30:00
MAIS um linchamento ocorreu ao princípio desta semana na cidade da Beira, ...
2017-10-20 23:30:00
TURMA, não posso ignorar esta chamada, serei rápido. Enquanto estou ...
2017-10-20 23:30:00
MOCÍMBOA da Praia, na província de Cabo Delgado, está desde ...
2017-10-19 23:30:00
Passam cerca de duas semanas que contei a história onde o personagem ...
2017-10-19 23:30:00

Conversas ao sábado

  • Publicidade_Versao_Imprensa

Quem está online?

Temos 1533 visitantes em linha