O distrito municipal KaTembe, na cidade de Maputo, vai beneficiar de um Centro Comunitário, construído com garrafas de vidro e cimento, no bairro Guachene.

A primeira garrafa para a edificação foi lançada na manhã de ontem pelo vereador distrital, António Tovela e Maria Rashide, presidente da Associação de Desenvolver Esperança (ADE), entidade responsável pela iniciativa.

Com nove metros de comprimento, quatro de largura, as paredes terão 35 centímetros de espessura. A previsão é que as obras tenham a duração de dois meses. Estima-se que o mesmo tenha dez anos de vida útil.

“Pretendemos emitir a mensagem de que é possível transformar o lixo em bem útil e de luxo”, disse Maria Rashide. A interlocutora explicou que o projecto resultou da constatação da existência de grandes quantidades de garrafas espalhadas pelas ruas e ao largo das praias de KaTembe.

Estes objectos, prosseguiu, são comprados a mulheres economicamente vulneráveis e que se dedicam à colecta e venda de garrafas, numa acção coordenada pela ADE, como forma de ajudá-las a incrementar os seus rendimentos.

De acordo com Lucílio Bule, gestor de projectos da ADE, o edifício é parte da segunda fase do Projecto de Educação Ambiental e Saneamento (PROEDA), que no ano passado formou mulheres e adolescentes em matéria de protecção do meio ambiente.

“A primeira fase foi de sensibilização domiciliar sobre questões relacionadas com o saneamento, salubridade e cuidados a ter com resíduos sólidos, bem como a reciclagem do lixo”, explicou o gestor.

António Tovela, vereador do distrito municipal KaTembe, apelou para a necessidade de se replicar a iniciativa por outros pontos da cidade de Maputo, por considerá-la amiga do ambiente e por ser de baixo custo.

João Mucavele, director municipal de Salubridade e Cemitério, observou que “iniciativas desta natureza vêm aliviar a reciclagem do vidro na cidade de Maputo e constitui um grande exemplo, por ser a pioneira”.

Mais recentes

Breves

Editorial

EDITORIAL
Sexta, 20 Outubro 2017
O PRESIDENTE da República, Filipe Nyusi, manifestou há dias, e de forma particularmente severa, a sua preocupação em relação aos elevados índices de corrupção que se registam no país, tanto no sector público quanto no... Ler mais..

Primeiro Plano

IMAGE
Caia vira corredor de desenvolvimento
Quinta, 19 Outubro 2017
O ADMINISTRADOR do distrito de Caia, João Saize, considerou, há dias, em entrevista ao nosso Jornal, que nos últimos oito anos a região se transformou num verdadeiro corredor de desenvolvimento, com a entrada em funcionamento da Ponte Armando Guebuza, em Agosto de 2009. Ler mais..

Assim vai o mundo

Preçário dos jornais online

Anual 5.746,00 MT
Semestral
Trimestral 1.436,00 MT
Mensal 478,00 MT
Quinzenal 239,00 MT
Semanal
Diário 18,00 MT

Jornal Noticias

Anual 1.872,00 MT
Semestral
Trimestral 468,00 MT
Mensal 156,00 MT
Semanal 27,00 MT

Jornal Domingo

Anual 1.872,00 MT
Semestral
Trimestral 468,00 MT
Mensal 156,00 MT
Semanal 27,00 MT

Jornal Desafio

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 60,70 61,84
ZAR 4,43 4,51
EUR 71,53 72,88

11.10.2017   Banco de Moçambique

Opinião & Análise

HÁ alguns anos, o Governo do ex- presidente moçambicano, Joaquim ...
2017-10-20 23:30:00
MAIS um linchamento ocorreu ao princípio desta semana na cidade da Beira, ...
2017-10-20 23:30:00
TURMA, não posso ignorar esta chamada, serei rápido. Enquanto estou ...
2017-10-20 23:30:00
MOCÍMBOA da Praia, na província de Cabo Delgado, está desde ...
2017-10-19 23:30:00
Passam cerca de duas semanas que contei a história onde o personagem ...
2017-10-19 23:30:00

Conversas ao sábado

  • Publicidade_Versao_Imprensa

Quem está online?

Temos 1540 visitantes em linha