FOI, de facto, uma verdadeira partida de futebol. Duas equipais que lutam pelos lugares cimeiros que se digladiaram ao longo dos 90 minutos em busca de melhor pontuação. Venceu o Ferroviário, que estava a jogar em casa, ante um adversário que, diga-se em abono da verdade, foi um digno vencido, pois, bateu-se a contento e valorizou o espectáculo, mesmo tendo perdido.

A equipa da HCB foi a que entrou de rompante mas a fazer com que as suas jogadas caíssem no descrédito ofensivo, pois, todas as bolas não encontravam entrosamento adequado na hora da verdade como, por exemplo, quando Macha aos seis minutos ficou isolado mas fez o pior, rematando por cima da barra transversal quando dele se esperava o melhor.

Vendo estas coisas a seu desfavor, o Ferroviário foi à procura de melhor entrosamento e, fruto da sua melhor organização, conseguiu equilibrar a contenda. Numa jogada de contra-ataque, os locais ganharam uma falta à entrada da área. Reinildo fez um centro e Carlitos saltou mais alto que os defensores visitantes fazendo o 1-0 para o gáudio dos beirenses.

Dois minutos depois, o Ferroviário chegou ao segundo golo. Numa jogada rápida e com uma construção marcante, Nelito fez o 2-0 ao concluir um contra-ataque rápido iniciado por Mário que deixou Soarito sem hipóteses para defesa. Mesmo assim, os hidroeléctricos não baixaram os braços. Foram à procura do golo e aos 30 minutos o ‘’capitão’’ Mucuapele elevou-se melhor que a defensiva e reduziu para 2-1, resultado com que terminou a primeira parte.

No reatamento, os ‘‘locomotivas’’ entraram a pressionar e, como fruto disso, Nelito bisou na baliza de Soarito aos 65 minutos depois de uma jogada bem combinada entre Timbe e Carlitos.

Com o resultado a seu desfavor, os visitantes correram atrás do prejuízo e aos 85 minutos Jocob, que acabava de entrar, reduziu para 2-3 numa bela jogada de contra-ataque que apanhou o guardião local sem hipóteses para defesa.

Depois disso, assistiu-se a uma partida bastante animada mas tanto uma como outra equipa não conseguia traduzir os seus intentos em golos.

O juiz e seus pares estiveram bem.

FICHA TÉCNICA

ARBÍTRO: José Maria Rachid, auxiliado por Salomão Filipe e Bento Chengeranau. Manuel Castigo foi o quarto árbitro.

FER. BEIRA: Sozinho, Muniz (Mupoga), Caló, Cufa, Edson, Reinildo, Carlitos, Timbe, Maninho (Emidio), Mário e Nelito (Énio).

HCB: Soarito, Antoninho, Mucuapel, Fanuel, Kambel, Elidio (Ussama), Luis, Mulandeza, (Jacob), Aulito (Gervasio), Macha e Fabricio.

DISCIPLINA: Amarelo para Soarito.

ANTÓNIO JANEIRO

Pub
web_banner_2

Classificado

  • Automovel.png
  • Emprego.png
  • Imobiliario.png
  • man.png
Pub

Classificação Moçambola 2015

 

  Equipas J V E D P
1 Costa do Sol 18 10 4 4 34
2 Maxaquene 18 9 4 5 31
3 Liga Desportiva 18 8 5 5 29
4 F. de Maputo 18 7 6 5 27
5 F. da Beira 18 8 3 7 27
6 F. de Nacala 18 7 4 7 25
7 HCB Songo 18 6 6 6 24
8 1º de  Maio 18 5 9 4 24
9 ENH de Vilankulo 18 6 6 6 24
10 F. de Nampula 18 6 5 7 23
11 Clube de Chibuto 18 5 6 7 21
12 D. Maputo 18 5 6 7 21
13 D. Nacala 18 4 6 8 18
14 F. de Quelimane 18 2 6 10 12

 

Quem está ligado ao Jornal Notícias?

Temos 1220 visitantes ligados ao Jornal Noticias.