Director: Júlio Manjate   ||  Directora Adjunta: Delfina Mugabe

TÊXTIL do Púnguè, Chingale, Vilankulo e Estrela Vermelha da Beira são as equipas que estão em risco de não fazerem parte do Moçambola-2014.

É certo que dois deste quarteto vão acompanhar o já despromovido Matchedje aos “quarteirões” na próxima época, pelo que a ronda deste fim-de-semana, a 25.ª e penúltima jornada, ganha contornos dramáticos.

Com as faixas de campeão já entregues à Liga Muçulmana – no último domingo – as atenções centram-se inteiramente nesse despique dramático pela manutenção. O campo do Ferroviário da Manga estará, ao que tudo indica, a rebentar pelas costuras quando a bola começar a rola no Têxtil do Púnguè-Vilankulo, a partir das 15.00 horas, mesmo horário das restantes partidas.

Quis o destino que num momento tão delicado para ambos os conjuntos houvesse um confronto directo, numa altura em que estão na zona de despromoção, o que faz com que a margem de erro seja nula. Uma derrota pode ser fatal para qualquer um dos lados, sendo que no caso do Têxtil dirá adeus às lides superiores do futebol moçambicano caso não vença. Importa que se diga que os “fabris” da Manga têm feito do factor casa, ao longo da prova, o seu principal talismã, pois, contam com um público eufórico e que seguramente farão vida difícil aos “marlins”.

O Chingale, que está um lugar acima da linha de água, joga no campo do Ferroviário da Beira. Os tetenses vão fazer uma deslocação a um dos adversários mais implacáveis quando se apresenta em casa. A avaliar por este cenário, os pupilos de Ferreirinha têm a obrigação de se apresentar muito acima do que fizeram esta época para somarem os três pontos, face a uma turma beirense que quererá consolidar a segunda posição e reconquistar o estatuto de vice-campeão.

“CLÁSSICO” OFUSCADO

Costa do Sol-Ferroviário de Maputo é um dos desafios mais convidativos do futebol moçambicano, no entanto, este “clássico”, embora a rivalidade esteja presente, não tem o mesmo glamour de outros tempos, a seguir pelo débil rendimento de “canarinhos” e “locomotivas”, que há quatro épocas vêm-se apresentando muito abaixo das reais capacidades. Há muitas jornadas arredados da luta pelo título, jogarão por objectivos que não têm sido os seus: melhorar a classificação.   

No Songo, a HCB bate-se com a campeã Liga Muçulmana, uma partida que se reveste de pouca importância dada a situação já definida de ambas as equipas na classificação.

Noutras partidas, o Maxaquene joga, fora, com o Ferroviário de Nampula, e o Macthedje recebe o Desportivo de Nacala.

Sábados

...

TEMOS dito muitas vezes, aqui, que continuam enganados aqueles que pregam o ...

TEMA DE ...

O RESPEITO pelo bom profissional de saúde, reconhecendo publicamente ...

CLICKADAS

Conselho de administração

Presidente: Bento Baloi

Administrator: Rogério Sitóe

Administrator: Cezerilo Matuce

Siga-nos

Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction