ÁFRICA teve uma brilhante campanha nos “Mundiais” de Atletismo que decorreram de 4 a 13 deste mês em Londres, capital da Inglaterra, ocupando dois dos três lugares do pódio.

A proeza foi para o Quénia e para a África do Sul, este último país considerado a maior surpresa do evento. Os Estados Unidos voltaram a ficar em primeiro lugar, com 30 medalhas, 10 de ouro, 11 de prata e nove de bronze.

O Quénia ficou em segundo com 11 medalhas, cinco de ouro, duas de prata e quatro de bronze. Os quenianos voltaram a brilhar nas provas de meio-fundo e nos 800 metros.

A África do Sul completou o pódio, com seis medalhas, três de ouro, uma de prata e duas de bronze. Wayde Van Niekerke e Caster Semnenya foram os maiores responsáveis do brilharete do país vizinho.

A Etiópia, outra potência africana do atletismo, caiu na sétima posição, com cinco medalhas. Duas foram de ouro e três de prata. Pela negativa, a surpresa foi Jamaica que ficou no modesto 16º lugar, com apenas quatro medalhas, uma de ouro e três de bronze. A quebra de Usain Bolt, que entretanto encerrou a careira, e o fraco desempenho dos compatriotas Yohane Blake, Nesta Carter ou Elaine Thompson pesou muito para uma presença discreta dos jamaicanos em Londres.

A Costa do Marfim aparece na 28ª posição, com duas medalhas, ambas de prata. Uganda ficou na 32ª posição, com uma medalha, prata, o mesmo que Marrocos. Tanzania fecha o quadro de africanos medalhados, com bronze, no 38º lugar.

Nestes “Mundiais”, Moçambique foi representando por Creve Machava, nos 400 metros barreira, tendo sido afastado logo na primeira eliminatória.

Breves

Editorial

Editorial
Sexta, 22 Setembro 2017
O Governo decidiu, esta semana, avançar com uma proposta legislativa que preconiza um conjunto de medidas económicas destinadas a proteger o mercado, estimular novos investimentos, incentivar o consumo de matéria-prima local, alargar a base tributária e criar mais... Ler mais..

Primeiro Plano

IMAGE
CLIKADAS - Nunca é tarde !
Sábado, 23 Setembro 2017
“NUNCA é tarde”, ouve-se corriqueiramente este ditado popular mas, não obstante, estamos, sobretudo no meio urbano, pela sua dinâmica, sempre “stressados” para cumprir as metas que nunca acabam. Ler mais..

Assim vai o mundo

Preçário dos jornais online

Anual 5.746,00 MT
Semestral
Trimestral 1.436,00 MT
Mensal 478,00 MT
Quinzenal 239,00 MT
Semanal
Diário 18,00 MT

Jornal Noticias

Anual 1.872,00 MT
Semestral
Trimestral 468,00 MT
Mensal 156,00 MT
Semanal 27,00 MT

Jornal Domingo

Anual 1.872,00 MT
Semestral
Trimestral 468,00 MT
Mensal 156,00 MT
Semanal 27,00 MT

Jornal Desafio

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 60,77 61,93
ZAR 4,65 4,74
EUR 72,73 74,12

14.09.2017   Banco de Moçambique

Opinião & Análise

HOJE o assunto é o futebol, por duas motivações. A primeira, ...
2017-09-22 23:30:00
UM dos meus falecidos mestres de Jornalismo, o Augusto de Carvalho, disse um dia ...
2017-09-22 23:30:00
MATEI todos os estudantes que estavam na sala de aulas, um a um. Alvejei sem mirar, ...
2017-09-22 23:30:00
DEVERAS horripilante o que aconteceu, semana passada, na Escola Secundária de ...
2017-09-21 23:30:00
FOI mais ou menos desta forma que minha filha “entrou” nas ...
2017-09-21 23:30:00

Conversas ao sábado

  • Publicidade_Versao_Imprensa

Quem está online?

Temos 2406 visitantes em linha