Director: Júlio Manjate   ||  Directora Adjunta: Delfina Mugabe

O presidente da República, Filipe Nyusi, alertou ontem ao governo de Nampula a ter uma visão estratégica face ao acentuado crescimento demográfico que a província apresenta, actualmente com mais de seis milhões de habitantes.

Comments

Oempoderamento da mulher, através do acesso às oportunidades de negócio existentes no mercado, serviu de mote para a realização da quinta edição do Lioness Lean in Breakfast, uma sessão organizada pela Lionesses of Africa em parceria com o Standard Bank e a Embaixada do Reino dos Países Baixos.

Comments

A cidade de Maputo empregou ao longo do primeiro trimestre do presente ano 10.861 candidatos contra 4.220 em período igual ao do ano passado facto que, segundo a governadora, Iolanda Cintura, é prenúncio de resultados mais satisfatórios caso prevaleça este ritmo.

Falando ontem em Maputo, na abertura do Fórum de Consulta e Concertação Social da Cidade de Maputo (FOCCOS), Cintura anunciou que o governo projecta empregar no corrente ano cerca de 54 mil pessoas.

Segundo Cintura, em 2017 a cidade de Maputo criou mais de 52 mil novos postos de trabalho, contra 29 mil planificados e formou 19 mil cidadãos para o emprego e auto-emprego, contra 17 mil estabelecidos na meta.

Reunindo representantes dos sindicatos, governo e empregadores, numa sessão que terminou ainda ontem, o FOCCOS da Cidade de Maputo propõe-se a passar em análise entre outros temas, a aplicação de sanções disciplinares, segurança social obrigatória, inclusão social e económica das pessoas com deficiências e uniformização de taxas de pareceres sindicais.

“O FOCCOS da Cidade de Maputo tem sido um exemplo de busca conjunta de soluções para os problemas dos empregadores, trabalhadores e dos cidadãos em geral, através de diálogo e de ideias concertadas para cada tipo de situação”, disse a governadora.

Segundo ela, os resultados alcançados durante o ano transacto, em termos de diálogo e propostas para a melhoria da governação e das condições de vida dos cidadãos, “levam-nos a reassumirmos esse compromisso como forma de buscar consensos e firmar parcerias inteligentes para a resolução de assuntos vitais”.

A intervenção activa do sector produtivo, aliada à entrada de mais investimentos, quer externos, quer internos, permitiu a Cidade de Maputo atingir resultados satisfatórios no âmbito do Plano Económico e Social, que ultrapassaram a expectativa, sobretudo no que concerne as metas estabelecidas.

“Continuamos a encorajar o movimento sindical a prosseguir a sua luta abnegada em defesa dos direitos consagrados na Constituição da República e, mais concretamente, na legislação laboral vigente, através do diálogo social a todos os níveis, dentro do quadro do processo democrático instituído, rumo ao trabalho digno e à melhoria das condições de vida da massa laboral e da sociedade em geral”, referiu.

Comments

A província de Nampula perspectiva produzir, na próxima campanha, 69 mil toneladas de castanha de caju, superando em nove mil as quantidades alcançadas na época passada.

Comments

O Banco de Moçambique (BM) anunciou ontem a demissão da comissão liquidatária do “Nosso Banco”, por incumprimento das obrigações da Lei n.º 30/207, de 18 de Dezembro, que regula o processo de liquidação administrativa das instituições de crédito e sociedades financeiras.

Em comunicado de imprensa, o BM refere que o pagamento das prestações em dívida por parte dos devedores continuará a ser efectuado na conta do “Nosso Banco, SA – Sociedade em Liquidação”, domiciliada no Banco de Moçambique.

“Enquanto não for constituída uma nova comissão liquidatária, quaisquer dúvidas ou reclamações relativas ao processo de liquidação devem ser remetidas ao Departamento de Análise Macroprudencial do Banco de Moçambique”, refere o comunicado.

De referir que, no uso das competências que lhe são conferidas por lei, o governador do Banco de Moçambique, Rogério Zandamela, decidiu, em Novembro de 2016, revogar a autorização para o exercício de actividade conferida ao Nosso Banco, SA, tendo, na mesma ocasião, designado a Deloitte & Touche (Moçambique), Lda. como presidente da comissão liquidatária.

Até a demissão anunciada ontem, o extinto Nosso Banco possuía representantes dos accionistas e dos credores na comissão liquidatária, que incluíam Rui Francisco Sitoe e Abdul Satar Abdul Hamid,  sendo presidida por João Machado, em representação da Deloitte Touche Moçambique Lda.

Comments

Sábados

CLICKADAS

TEMA DE ...

NUMA entrevista que concedeu ao escritor Marcelo Panguana, publicada no ...

...

A BELEZA do mundo é uma bênção que se vive na ...

Conselho de administração

Presidente: Bento Baloi

Administrator: Rogério Sitóe

Administrator: Cezerilo Matuce

Siga-nos

Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction