As relações comerciais entre China e Moçambique situaram-se em 783 milhões de dólares norte-americanos nos primeiros quatro meses deste ano, representando um crescimento na ordem de 10,47 por cento, face a igual período de 2018.

O volume das exportações moçambicanas para China atingiu o montante de 218 milhões de dólares, entre Janeiro e Abril de 2019. No sentido inverso, Beijing vendeu a Maputo bens no valor de 564 milhões de dólares.
A balança comercial é desfavorável para Moçambique, com um saldo negativo de 346 milhões de dólares, escreve a AIM.
No global, o comércio entre a China e os países lusófonos aumentou 11,99 por cento no período em análise, para cerca de 46.2 biliões de dólares, segundo dados oficiais divulgados pelo Fórum Macau.
Brasil foi o maior parceiro comercial daquele país asiático nos primeiros quatro meses deste ano, representando 74 por cento do total das transacções, mais 16,34 por cento que no período homólogo, com Angola e Portugal a fecharem o pódio.

Comments

O distrito de Mecuburi, na província de Nampula, conta, desde o passado mês de Abril, com um balcão do Banco Société Générale Moçambique.

O director da Banca Corporativa, Rui Rocha, referiu que a abertura do balcão em Mecuburi enquadra-se na estratégia de expansão progressiva da sua instituição pelo país e tem por objectivo acompanhar os seus clientes, de forma a melhor servi-los. O balcão representa, ainda, o compromisso do seu banco em apoiar o sector de agro-negócio, um segmento com muito potencial de crescimento na província de Nampula e, particularmente, em Mecuburi, especialmente para as culturas de caju e algodão.

“Pretendemos com este balcão estar mais próximos dos nossos clientes, apoiando as suas operações diárias de e para os produtores desta região, garantindo maior dinamismo nas suas actividades”, disse, citado pela SAPO Notícias.

Segundo a directora da Banca para Clientes Particulares e Profissionais, Dianora Covane, a abertura de mais um balcão em Nampula vem reforçar a cobertura de serviços prestados aos nossos clientes e contribuir para o crescimento económico da província. “A abertura deste balcão contribuirá para promover a inclusão financeira junto àpopulação desta região, trazendo para a mesma maior acesso aos serviços financeiros”.

O Banco Société Générale Moçambique está presente na província de Nampula desde Junho de 2018 e possui mais três balcões sediados na província e cidade de Maputo, tendo em carteira um plano de expansão para as principais capitais provinciais.

Comments

MOTIVOS organizacionais levaram ao adiamento do lançamento oficial da campanha de comercialização de algodão no país. A cerimónia, inicialmente marcada para sexta-feira, devia ter acontecido em Inhambane, província que, nos últimos anos, vem registando melhorias na produção desta cultura de rendimento. Leia mais

Comments

UM total de treze estações da rede postal rural e urbana foram reabilitadas ao longo deste quinquénio 2015-2019 pela Empresa Pública Correios de Moçambique em parceria com o Millennium BIM.  Leia mais

Comments

 

Onze Chefes de Estado e de governo africanos e cerca de 1500 executivos de grandes empresas norte-americanas e africanas estarão reunidos na cidade de Maputo, de terça até sexta-feira, na Cimeira de Negócios entre os Estados Unidos da América (EUA) e África, que ocorrerá pela primeira vez em território moçambicano.

Com efeito, a organização da cimeira convidou os presidentes de Moçambique, Filipe Nyusi; Paul Kagame, do Ruanda; Hage Geingob, da Namíbia; Mokgeetsi Masisi, do Botswana; Uhuru Khenyatta, do Quénia; Peter Mutharika, do Malawi; Edgar Lungu, da Zâmbia; o Rei Mswathi III, do Reino de eSwatini, e ainda os presidentes José Mário Vaz, Emmerson Mnangagwa e Teodoro Mbasogo, de Guiné-Bissau, Zimbabwe e Guiné Equatorial, respectivamente.
Segundo o “domingo”, os organizadores dizem que o evento vai servir para elevar a visibilidade de Moçambique no xadrez económico global, através da partilha de informação sobre as potencialidades económicas existentes, garantindo assim a possibilidade de promoção de negócios e investimentos para o país.
Consta que o evento visa engajar os principais actores de sectores-chave, como o agro-negócio, energia, saúde, infra-estruturas, tecnologias de informação e comunicação, finanças, entre outros no desenvolvimento de negócios.
Também pretende-se aproveitar o ensejo para gerar uma conexão com os principais decisores do sector privado e do governo, explorar novas oportunidades de negócios, conhecer potenciais parceiros de negócios e criar condições para moldar políticas efectivas de comércio e investimento nos EUA e no Continente Africano.
Agostinho Vuma, presidente da Confederação das Associações Económicas (CTA), disse ao domingo que, até ao momento, a sua colectividade tem estado a trabalhar com o governo na preparação material deste evento e, sobretudo, orientando os empresários para aproveitarem da melhor forma a cimeira.
Para além do governo, a CTA cooperou com o Conselho Corporativo para África (CCA) para mobilizar o sector privado nacional e internacional que, ao que tudo indica, acenou positivamente.
“Já definimos os diversos painéis temáticos, a estrutura de seminários de negócios e de investimentos e a composição da feira, que ocorrerá durante a cimeira. Temos também confirmadas as presenças das delegações de empresários do Zimbabwe, Marrocos, Namíbia, Botswana, África do Sul, Malawi, Nigéria, Egipto, Angola, Tunísia entre outros países africanos”, disse Agostinho Vuma.
O presidente da CTA disse haver motivos, para o empresariado moçambicano estar expectante em relação a este evento, porque deverá ser uma plataforma real de promoção de negócios e investimentos entre o sector privado norte-americano e africano, uma vez que o evento se iniciará na mesma data em que será anunciada a Decisão Final de Investimento (DFI) pela Anadarko e seus parceiros.
“Sabemos que as empresas americanas possuem um conhecimento profundo de trabalho com a Anadarko e com outras companhias no sector de petróleo e gás, mas acreditamos que esta será a nossa grande oportunidade, para desenvolver parcerias e aceder a esse mercado, que é bastante exigente”, sublinhou.

 

Comments
Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction