A EMPRESA Pública Correios de Moçambique precisa encontrar alternativas para viabilizar uma gama de infra-estruturas espalhadas por todo país, contribuindo desta forma para catapultar cada vez mais a economia nacional, através da criação de postos de trabalho.

O desafio foi lançado ontem em Maputo pelo Ministro dos Transportes e Comunicações, Carlos Mesquita, num encontro com os trabalhadores dos Correios de Moçambique, no âmbito das visitas que o governante está a efectuar às instituições do seu pelouro.

Para Carlos Mesquita, a nova era das comunicações exige um redobrar do esforço de todos pelo facto de a concorrência empresarial na economia do mercado estar a avançar progressivamente não só em Moçambique, mas a nível internacional.

No mesmo contexto, Carlos Mesquita referiu que o novo Governo tem grandes desafios pela frente, sendo que cada um dos sectores deve encarar o seu trabalho com responsabilidade.

O governante encorajou os esforços imprimidos pelos trabalhadores dos Correios de Moçambique com vista a tornar a empresa mais rentável, com destaque para a recente introdução do serviço de transporte de encomendas e passageiros denominado PostBus. Para este serviço, a empresa está a usar sete autocarros de luxo que ligam todas cidades capitais provinciais, exceptuando Lichinga, no Niassa.

Acima de tudo, defendeu a observância do trabalho em equipa e combate à intriga, despesismo e violação das encomendas e correspondências postais.

Mesquita deixou claro na sua abordagem que o Conselho de Administração daquele sector subordinado ao Ministério dos Transportes e Comunicações deve continuar com a formação da massa laboral como forma de garantir a prestação de serviço de qualidade aos utentes.

Só desta maneira, no seu dizer, o povo vai sentir a verdadeira diferença com o crescimento dos indicadores económicos, num sector que se sentiu comovido com a promoção da higiene e segurança no trabalho.

Por seu turno, o PCA dos Correios de Moçambique, José Rego, indicou que todos esses desafios fazem parte da visão da instituição na implementação do Programa Quinquenal do Governo, sendo que a futura Lei Postal a ser submetida vai fortalecer cada vez mais a área.

Horácio João

Mais recentes

Breves

Editorial

EDITORIAL
Sexta, 23 Fevereiro 2018
A TRAGÉDIA que se abateu sobre a cidade de Maputo, na madrugada desta segunda-feira, matando 16 pessoas e ferindo outras tantas, em consequência do deslizamento do lixo nas proximidades do aterro de Hulene, chama à atenção para a necessidade de reflectirmos sobre o... Ler mais..

Primeiro Plano

IMAGE
Pressão social empurra meninas para uniões...
Sexta, 23 Fevereiro 2018
Raparigas da localidade de Massaca, distrito de Boane, queixam-se da pressão social e dizem que está na origem dos casamentos prematuros. Com efeito, é-lhes dito que estando no lar vão dignificar a família e a comunidade, e muitas cedem a este conselho que as empurra para um futuro incerto. Ler mais..

Assim vai o mundo

Preçário dos jornais online

Anual 5.746,00 MT
Semestral
Trimestral 1.436,00 MT
Mensal 478,00 MT
Quinzenal 239,00 MT
Semanal
Diário 18,00 MT

Jornal Noticias

Anual 1.872,00 MT
Semestral
Trimestral 468,00 MT
Mensal 156,00 MT
Semanal 27,00 MT

Jornal Domingo

Anual 1.872,00 MT
Semestral
Trimestral 468,00 MT
Mensal 156,00 MT
Semanal 27,00 MT

Jornal Desafio

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 58,31 59,47
ZAR 4,74 4,83
EUR 70,23 71,64

25.01.2018   Banco de Moçambique

Opinião & Análise

PARECE haver motivos bastantes para emprestar as palavras do polémico ...
2018-02-24 00:30:00
O SONO é um veneno que embriaga, paralisa o corpo, corta os movimentos e guia ...
2018-02-24 00:30:00
“Ide por todo o mundo, anunciai a Boa Nova a toda criatura” – Mc ...
2018-02-23 00:30:00
Há reportagens antigas  – nos jornais e televisões -  ...
2018-02-23 00:30:00
SÓ posso começar o presente texto dizendo mesmo isto: INAE, já ...
2018-02-23 00:30:00

Conversas ao sábado

  • Publicidade_Versao_Imprensa

Quem está online?

Temos 1981 visitantes em linha