Director: Júlio Manjate   ||  Directora Adjunta: Delfina Mugabe

ENCERROU ontem a 53ª edição da Feira Internacional de Maputo (FACIM-2017), com vários acordos de parceria estabelecidos entre os expositores. No entanto, o Primeiro-Ministro desafia os empresários a materializar os compromissos firmados e transformá-los em acções concretas.

Carlos Agostinho do Rosário visitou a FACIM no último sábado, evento que, segundo ele, demonstra que os investidores nacionais e estrangeiros continuam a depositar confiança no país, apesar dos desafios da actual conjuntura económica nacional e internacional.

Este facto, segundo o governante, é evidenciado pelo número de expositores que participaram na feira que ontem terminou, (20 países, 1.900 empresas, das quais 1.600 nacionais e 250 estrangeiras), bem como pela qualidade e diversidade de bens e serviços expostos.

Falando no final da sua visita à feira, o primeiro-ministro enalteceu o nível de inovação tecnológica das pequenas e médias empresas, tendo-as encorajado a continuar com o seu desenvolvimento, pois, segundo disse, o progresso tecnológico é factor determinante na promoção do crescimento económico e conquista de novos mercados.

“No pavilhão Moçambique, onde estão expostas as diversas potencialidades económicas de cada província do nosso país, é visível o resultado do empenho dos moçambicanos no aumento da produção e produtividade, sobretudo nas quatro áreas catalisadoras da operacionalização do programa Quinquenal do Governo, nomeadamente agricultura, turismo, energia e infra-estruturas, o que revela sinais de recuperação da nossa economia”, sustentou Carlos do Rosário.

Ele falou também das acções levadas a cabo pelo Governo, destacando que a acção governativa continua focalizada na busca da paz definitiva, estabilização macroeconómica e na promoção de um ambiente de negócios favorável ao investimento.

No âmbito da consolidação da estabilidade macroeconómica, o governante assegurou que o Executivo vai continuar a implementação de medidas combinadas e equilibradas nos domínios fiscal e monetário, visando reduzir a inflação, que tem vindo, nos últimos meses, a apresentar uma trajectória descendente.

Nos últimos dois dias, a FACIM foi caracterizada por um movimento considerável de pessoas que foram visitar, facto que contrasta com os primeiros cinco dias do certamente.

Parceria TDM, MCEL e EDM

O dia de sábado também foi marcado pela assinatura de um acordo estratégico entre as empresas públicas Telecomunicações de Moçambique (TDM), MCEL e a Electricidade de Moçambique (EDM), ao abrigo do qual estas passam a cooperar em diversas áreas, incluindo em infra-estruturas, num projecto sustentável de longo prazo.

Outros acordos importantes foram firmados ao longo da semana e os organizadores da FACIM garantem que o mesmo foi um sucesso, apesar dos constrangimentos de ordem económica e financeira porque muitas empresas passam devido à crise económica do país e do mundo.

Sábados

TEMA DE ...

É um facto que as autoridades municipais, há anos, enfrentam ...

...

A INFÂNCIA e a arte são universos muito próximos. ...

Conselho de administração

Presidente: Bento Baloi

Administrator: Rogério Sitóe

Administrator: Cezerilo Matuce

Siga-nos

Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction