O GOVERNO japonês vai financiar a reabilitação da estrada Mandimba/Lichinga em 68 milhões de dólares, num troço de cerca de 90 quilómetros. O acordo para o efeito foi rubricado ontem, em Maputo, pelo vice-ministro dos Negócios Estrangeiros e Cooperação, Henrique Banze e pelo embaixador nipónico em Moçambique, Eiji Hashimoto.

O projecto, a ser implementado pela Administração Nacional de Estradas (ANE), está dividido em dois lotes, sendo o primeiro, Cuamba/Massangulo, a cargo do Banco Africano de Desenvolvimento (BAD) e Massangulo-Lichinga, que é coberto pelo financiamento japonês, através da Agência Japonesa de Cooperação Internacional (JICA).

O embaixador japonês disse na cerimónia de assinatura do protocolo que o projecto irá impulsionar o desenvolvimento das províncias do norte, desde a parte da estrada Cuamba/Mandimba, que irá completar o Corredor de Nacala entre o Porto de Nacala até à fronteira com o Malawi.

O troço, de cerca 150 quilómetros, dos quais o Japão financia a reabilitação de 90,  “é um corredor interno vital e estratégico para a redução da pobreza”, disse o diplomata nipónico.

Segundo deu a conhecer, esta estrada substitui uma rodovia de terra batida, abrindo com segurança de transitabilidade o acesso rodoviário para as áreas remotas, especialmente durante a estação chuvosa, que é um dos principais obstáculos para o desenvolvimento da maioria dos distritos do Niassa.

Por seu lado, Herinque Banze disse na ocasião que a assinatura do acordo demonstrava, de forma inequívoca, o desejo de trabalhar com o Japão no desenvolvimento do Corredor de Nacala.

Segundo Banze, as infra-estruturas são algumas das áreas prioritárias do Executivo moçambicano, sendo a estrada Mandimba/Lichinga muito importante para o transporte de pessoas e bens, e que visa ligar o interior e a costa.

Depois da assinatura deste acordo, seguir-se-ão outras cerimónias de carácter técnico com vista a aprimorar a execução do projecto.

FERNANDO TONELA

Mais recentes

Breves

Editorial

EDITORIAL
Sexta, 20 Outubro 2017
O PRESIDENTE da República, Filipe Nyusi, manifestou há dias, e de forma particularmente severa, a sua preocupação em relação aos elevados índices de corrupção que se registam no país, tanto no sector público quanto no... Ler mais..

Primeiro Plano

IMAGE
Caia vira corredor de desenvolvimento
Quinta, 19 Outubro 2017
O ADMINISTRADOR do distrito de Caia, João Saize, considerou, há dias, em entrevista ao nosso Jornal, que nos últimos oito anos a região se transformou num verdadeiro corredor de desenvolvimento, com a entrada em funcionamento da Ponte Armando Guebuza, em Agosto de 2009. Ler mais..

Assim vai o mundo

Preçário dos jornais online

Anual 5.746,00 MT
Semestral
Trimestral 1.436,00 MT
Mensal 478,00 MT
Quinzenal 239,00 MT
Semanal
Diário 18,00 MT

Jornal Noticias

Anual 1.872,00 MT
Semestral
Trimestral 468,00 MT
Mensal 156,00 MT
Semanal 27,00 MT

Jornal Domingo

Anual 1.872,00 MT
Semestral
Trimestral 468,00 MT
Mensal 156,00 MT
Semanal 27,00 MT

Jornal Desafio

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 60,70 61,84
ZAR 4,43 4,51
EUR 71,53 72,88

11.10.2017   Banco de Moçambique

Opinião & Análise

HÁ alguns anos, o Governo do ex- presidente moçambicano, Joaquim ...
2017-10-20 23:30:00
MAIS um linchamento ocorreu ao princípio desta semana na cidade da Beira, ...
2017-10-20 23:30:00
TURMA, não posso ignorar esta chamada, serei rápido. Enquanto estou ...
2017-10-20 23:30:00
MOCÍMBOA da Praia, na província de Cabo Delgado, está desde ...
2017-10-19 23:30:00
Passam cerca de duas semanas que contei a história onde o personagem ...
2017-10-19 23:30:00

Conversas ao sábado

  • Publicidade_Versao_Imprensa

Quem está online?

Temos 1241 visitantes em linha