Director: Júlio Manjate   ||  Director(a) Adjunto(a): 

A taxa de juro de referência do sistema financeiro de Moçambique (prime rate) vai descer de 21,75% para 20,40%, em Outubro, anunciaram hoje a Associação Moçambicana de Bancos e o banco central em comunicado.

A descida mensal de 1,35% é a mais acentuada desde a criação da taxa de referência, há 16 meses.

A criação da “prime rate” foi acordada a 17 de Maio de 2017 entre o banco central e a Associação Moçambicana de Bancos (AMB) para eliminar a proliferação de taxas de referência no custo do dinheiro e entrou em vigor a 01 de Junho de 2017.

O objectivo é que todas as operações de crédito sejam baseadas numa taxa única, “acrescida de uma margem (spread), que será adicionada ou subtraída à 'prime rate' mediante a análise de risco” de cada contrato, explicam os promotores.

Desde que foi criada, a taxa de referência já desceu 7,35%.

Noutra tabela hoje divulgada pela Associação Moçambicana de Bancos e o banco central, passa a ser apresentado o 'spread' padrão de 20 instituições de crédito - até Setembro era divulgado o ‘spread' máximo.

No crédito a particulares, e consoante o banco, essa margem pode variar entre 12% e 4,5% para o crédito ao consumo e entre 2,25% e 7% para o crédito à habitação.

No crédito às empresas, a margem pode ser nula ou ir até 10% para empréstimos a um ano, ou variar entre 1% e 10,5% para prazos maiores.

O ‘leasing', tanto mobiliário como imobiliário, tem ‘spreads' entre 3% e 9,5%.

Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction