Opinião

Politica

  O Secretário Executivo da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), embaixador Francisco Ribeiro Telles, inicia hoje uma visita de cinco dias a ...

terça, 18 junho 2019
Leia +

Nacional

O ministro da Agricultura e Segurança Alimentar, Higino de Marrule, desafia o sector agrário a resolver os problemas que afectam a comercialização agrária e o ...

terça, 18 junho 2019
Leia +

Desporto

A POLITÉCNICA e o Ferroviário vão esta noite (18:15horas), no pavilhão do Maxaquene, ao terceiro jogo do “play-off” da final do Campeonato de Basquetebol da ...

terça, 18 junho 2019
Leia +

Beira

O Banco Mundial aprovou, sexta-feira, uma doação financeira da Associação Internacional de Desenvolvimento (IDA), no valor de 75 milhões de dólares da sua ...

terça, 18 junho 2019
Leia +
Pub
SN

Economia

As relações comerciais entre China e Moçambique situaram-se em 783 milhões de dólares norte-americanos nos primeiros quatro meses deste ano, representando um ...

terça, 18 junho 2019
Read more

Tecnologias

  A Sociedade Aberta (SA) lançou ontem, em Maputo, um modelo de aulas abertas no formato virtual, que tem por objectivo criar espaço para debate de ideias nos diversos ...

terça, 18 junho 2019
Leia +

O PROJECTO executivo da ponte ligando Maputo e Catembe determinou alterações profundas na infra-estrutura, que já não vai ter apoios sobre o mar, como forma de viabilizar a plena navegabilidade marítima no canal.

De acordo com Elias Paulo, presidente do Conselho de Administração da Empresa de Desenvolvimento de Maputo-Sul, entidade pública responsável pela obra, o projecto já está concluído e as obras praticamente já arrancaram com a realização de estudos de solos, dentre outras componentes importantes.

Elias Paulo disse recentemente ao “Notícias” que na verdade as obras já arrancaram só que, contrariamente a outras infra-estruturas, a ponte tem preliminares invisíveis para os cidadãos comuns.

A infra-estrutura, com pouco mais de três quilómetros de extensão, terá 680 metros de tabuleiro suspensos sobre a baía, com pilares numa e noutra extremidade, nomeadamente na zona do Porto de Maputo e o próximo do lado da Catembe.

Os pouco mais de 3041 metros completam-se com pouco mais de dois quilómetros de viadutos, sendo 1097 metros no norte e 1264 na parte sul.

Ao que o responsável assegurou, estão praticamente terminados os preparativos para o arranque efectivo da construção, com a movimentação de máquinas, ferro, cimento e betão.

Mas antes investiu-se na realocação da terminal auto dentro do Porto de Maputo, uma vez que onde está actualmente deverá instalar-se o estaleiro da obra, na redefinição do projecto da ponte após a decisão da retirada dos apoios no mar.

Ainda no leque dos preparativos, aquele engenheiro destacou o reassentamento dos afectados pelo traçado da ponte e acessos, tanto na zona da Malanga, no centro da cidade, bem como da parte da Catembe.

Cerca de 700 milhões de dólares norte-americanos deverão ser investidos no projecto, que além da ponte sobre a baía inclui ainda pouco mais de 200 quilómetros de estradas para a fronteira da Ponta d’Ouro e a ligação Boane-Bela Vista.

Há ainda que construir as pontes sobre os rios Maputo, Futi e Umbelúzi, esta última com pouco mais de 300 metros de extensão. Prevê, igualmente, mexidas profundas em mais três e melhorias na intercessão entre as estradas nacionais números 1 e 4.

Elias Paulo, que liderou a construção da ponte de Caia, no rio Zambeze, caracterizou o projecto agora sob sua gestão de “extremamente complexo”, pelo facto de a infra-estrutura não levar mais pilares dentro do canal.

As obras deverão terminar entre 2017 e 2018, havendo enorme expectativa em ter-se estas infra-estruturas prontas, principalmente para a exploração dos empreendimentos e áreas turísticas da parte sul da província de Maputo.

Moçambique, a província sul-africana do Kwazulu-Natal e a Suazilândia estão desde 2010 a promover uma rota turística comum, designada East 3 Route, que prevê que um turista tome, por exemplo, pequeno-almoço em Mbambane, almoce nas paradisíacas praias da Ponta d’Ouro e jante em Richards Bay, facto unicamente possível com estradas de qualidade.

Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction