Director: Júlio Manjate   ||  Directora Adjunta: Delfina Mugabe

Opinião

Politica

A Polícia da República de Moçambique (PRM) registou 47 casos de ilícitos durante o recenseamento eleitoral para as municipais de 10 de Outubro próximo, um ...

domingo, 27 maio 2018
Leia +

Economia

O Banco de Moçambique (BM) anunciou ontem a demissão da comissão liquidatária do “Nosso Banco”, por incumprimento das obrigações da Lei n.º ...

quinta, 24 maio 2018
Read more
Pub
SN

Desporto

A SELECÇÃO Nacional de Futebol defronta amanhã, a partir das 14:00 horas, no Old Peter Mokaba Stadium, a sua congénere do Madagáscar, em desafio inserido na ...

sexta, 25 maio 2018
Leia +

Nacional

CERCA de 13 mil milhões de meticais em pensõesjá foram pagos a 2800 antigos trabalhadores das minas da África do Sul, após acordos alcançados entre os ...

sexta, 25 maio 2018
Leia +

A FRANÇA vai dedicar, pela primeira vez, um pavilhão para as suas empresas na Feira Internacional de Maputo (FACIM 2015), naquilo que é a demonstração clara da vontade deste país em reforçar as relações económicas com Moçambique. Ontem, o Presidente da República, Filipe Nyusi, convidou os empresários franceses a investirem mais em Moçambique.

Falando durante um encontro com a Confederação do Empresariado e Patronato Francês, (MEDEF), realizado na capital francesa, Filipe Nyusi disse que Moçambique possui várias potencialidades que podem interessar aos gauleses, desde a agricultura, desenvolvimento do capital humano, agro-indústria e infra-estruturas.

Considerando que para a França leva a maior delegação para o exterior desde que tomou posse em Janeiro último, o que demonstra a importância que Moçambique atribui ao investimento francês, Filipe Nyusi disse aos empresários franceses que já não há muito tempo para se pensar lentamente, pelo que deve se agir rapidamente.

O governante moçambicano considerou o encontro com os empresários como uma plataforma para a recolha de informações necessárias e úteis sobre Moçambique e suas potencialidades e oportunidades.

As relações entre Moçambique e França são consideradas excelentes a todos os níveis, tanto do ponto de vista político diplomático, como ao nível da cooperação para o desenvolvimento. Nos últimos dez anos, a França prestou apoio multiforme ao nosso país no valor de mais de 100 milhões de euros.

Estes montantes foram investidos nas áreas da Saúde, água e saneamento e outra parte ainda através do apoio directo ao Orçamento do Estado, o que para Filipe Nyusi comprova a relação de confiança existente entre os dois países.

Nas relações comerciais nota-se um crescimento dos fluxos, pelo que de cerca de 22 milhões de dólares americanos de exportações de Moçambique para a França, em 2010, o valor subiu para cerca de 68 milhões de dólares em 2013. Igualmente, de cerca de 23 milhões de dólares de importações de Moçambique em 2010, atingiu-se cerca de 80 milhões em 2013. O investimento privado francês atingiu no ano passado cerca de 62 milhões de dólares, o que coloca este país no décimo lugar do ranking do investimento directo em Moçambique.

Nyusi disse aos franceses que esta posição pode ser melhorada e equilibrada tendo em conta as potencialidades existentes em Moçambique e a vontade do empresariado deste país europeu em investir no nosso país.

Informações ao nosso dispor indicam que os franceses estão interessados em explorar o sector de petróleo e gás e ainda a agricultura. Actualmente, cerca de 40 companhias deste país já operam em Moçambique nos sectores de logística, construção de estradas, entre outros.

O embaixador da França, acreditado em Maputo, Serge Segura garante que na FACIM 2015 estarão cerca de 50 empresas francesas que pretendem aproveitar esta oportunidade para expor as suas capacidades e daí atrair parceiros para a sua entrada no mercado moçambicano.

Refira-se que o Presente Filipe Nyusi deixa hoje Paris de regresso a Maputo, depois de uma visita oficial de três dias a este país. Em França, o Presidente esteve acompanhado pela sua esposa, Isaura Nyusi, pelos Ministros dos Negócios Estrangeiros e Cooperação, Oldemiro Baloi, da Terra Ambiente e Desenvolvimento Rural, Celso Correia, da Indústria e Comércio, Ernesto Maxi Tonela, e do Mar, Águas Interiores e Pesca, Agostinho Mondlane. Esteve ainda uma delegação de empresários filiados na Confederação das Associações Económicas de Moçambique (CTA).

Titos Munguambe, em Paris

Sábados

CLICKADAS

...

A BELEZA do mundo é uma bênção que se vive na ...

TEMA DE ...

NUMA entrevista que concedeu ao escritor Marcelo Panguana, publicada no ...

Conselho de administração

Presidente: Bento Baloi

Administrator: Rogério Sitóe

Administrator: Cezerilo Matuce

Siga-nos

Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction