Director: Júlio Manjate   ||  Director(a) Adjunto(a): 

POR quanto tempo mais vai a cidade de Nampula “carregada” de várias situações anómalas? Esta é a pergunta que vai crescendo de tom nas ruas, bares e restaurantes, locais de concentração de pessoas, transportes públicos e outros sítios.

Compreende-se, efectivamente, o crescimento de tom e o fervor dos debates na cidade de Nampula, sobre a sua actual gestão, caracterizada por um ambiente quase de caos, transparecendo que o Município relegou para o plano secundário o exercício da sua autoridade para organizar a cidade e impedir o agravamento de situações preocupantes de desmandos que começaram depois da morte do então edil Mahamudo Amurane.

Nampula, já o escrevemos, mas voltamos a repisar, e sempre voltaremos a repisar, enquanto for, cada vez mais necessário, lembrar a uma cidade em que continua a enfrentar os problemas como por exemplo, de invasão cada vez mais de estradas e passeios pelos comerciantes informais, construções desordenadas, circulação de camiões de grande tonelagem nas vias proibidas provocando danos, paralisação de semáforos, falta de paragens dos autocarros condignas e outros tantos.

Todavia, não tardará que Nampula seja cidade menos arborizada de Moçambique, caso algo não seja feito por parte de quem de direito para travar o abate indiscriminado de árvores, com destaque para acácias e consequente destruição, tirando a beleza natural da urbe além de complicar a preservação do meio ambiente, neste caso urbano.

Se há convicção por parte dos actuais gestores do Município, de que vão resolver durante os próximos cinco anos do seu mandato aqueles e outros problemas, mas uma coisa é certa: a mudança do actual cenário que se vive na cidade de Nampula, que conforme está dito, está a constituir motivo de críticas e reprovação quase que geral, exigirá muita coragem por parte, sobretudo, do actual presidente do conselho autárquico Paulo Vahanle, do qual se espera competência e principalmente frontalidade na tomada de decisões que visem à melhoria do ambiente de convivência social, económica, politica e doutra índole.

Aliás, mesmo que possa “desprezar” as análises críticas dos grandes problemas que enfermam Nampula, precisa de impor a si mesmo algumas metas para ter a coragem de alcançá-las, porque de facto, como já diz um adágio popular, saber o que é correcto e não o fazer é não ter a coragem. Ele terá que tomar uma atitude de coragem para que se ultrapasse o desmazelo e impunidade que, quer se aceite, quer não, caracterizam neste momento a cidade de Nampula.

Faz todo sentido que assim seja, até porque a nossa esperança começa a despontar, embora acautelada, com o anúncio da elaboração de uma nova estratégia que vai permitir o município retirar, nos tempos que vêm, dos passeios, vendedores que ocuparam por completo esses espaços destinados aos peões nas ruas, que se antevê, logo à partida, tarefa difícil, até porque já se fala de que será uma “guerra”, que poderá não ser fácil as autoridades camarárias vencê-la, enquanto em parte, se “refugiarem” na tolerância política. 

O pior é que o aparente estado de abandono a que a cidade de Nampula está votada, depois da eleição intercalar realizada em Março deste ano, não parece dar mostras de acabar. Pelo contrário, é cada vez maior, a revelar, a cada momento, aquilo que transparece o desleixo dos que, a nível da edilidade, têm a obrigação de cuidar dela.

Não parece ser verdade que deste que o Paulo Vahanle tomou posse em Abril do presente ano como edil de Nampula, depois de vencer aquela eleição, ainda não tenha tido tempo suficiente para verificar por exemplo, as obras de construção de infra-estruturas autorizadas e não autorizadas, para daí mandar demolir as ilegais que se acredita serem muitas.

Haja coragem senhor presidente do conselho autárquico de Nampula, para se inverter o actual cenário em que se encontra mergulhada a cidade!

 

Mouzinho de Albuquerque

Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction