Director: Júlio Manjate   ||  Director(a) Adjunto(a): 

O PRIMEIRO Congresso da Organização da Juventude Moçambicana encerrou os seus trabalhos nas primeiras horas de ontem, dia em que o “braço juvenil” do partido Frelimo comemorou o seu 38.º aniversário e foi anunciado o novo secretário-geral da agremiação, Mety Gôndola, eleito durante a madrugada para substituir Pedro Cossa, na liderança da OJM nos últimos anos.

Com efeito, as comemorações do 38.º aniversário da criação da organização juvenil foram marcadas pela deposição de uma coroa de flores no monumento erguido em memória dos heróis nacionais, acto prosseguido nas estátuas de Eduardo Mondlane, primeiro presidente da Frelimo, e de Samora Machel, primeiro Presidente de Moçambique Independente e um dos fundadores da organização.

Os membros e simpatizantes da OJM dirigiram-se a estes lugares da história de Moçambique liderados pelo novo secretário-geral, Mety Gôndola, pessoa que encabeçou, já na Escola Central do Partido Frelimo, na Matola, o acto central das comemorações da efeméride.

Entretanto, horas antes, isto é, quando passava um pouco das 3.30 horas da madrugada, terminava o I Congresso da Organização da Juventude Moçambicana, um encontro de três dias que reuniu, na Escola Central do Partido Frelimo, na Matola, mais de 1200 delgados e convidados.

No encontro, cuja abertura esteve a cargo do Presidente do partido Frelimo, Filipe Nyusi, foi adoptado o Relatório das Actividades do Comité Central de 2010 a 2015 e procedeu-se à alteração dos estatutos da organização com vista a adequá-los à nova realidade política, social e económica do país, em geral, e fazer com que estes sejam consentâneos com as directrizes do partido Frelimo na área da Juventude.

Os delegados ao I Congresso da OJM aprovaram, por outro lado, o Programa Quinquenal das actividades da organização para o período 2015-2020, cujo objectivo é trabalhar para influenciar as políticas de habitação, emprego, educação, saúde para que haja mais abertura e oportunidades, sobretudo para jovens. Porém, o ponto mais alto do histórico encontro da Matola foi a eleição do novo secretário-geral da organização, que substituiu, no cargo, Pedro Cossa, que vinha dirigindo os jovens da Frelimo nos últimos anos.

E o eleito foi Mety Gôndola, nascido a 19 de Junho de 1980, em Namapa, província Nampula, que suplantou os seus dois adversários de ocasião, nomeadamente, Dalfino Guila e Hendro Nhavene.

O novo timoneiro da OJM foi eleito com 68 votos, o equivalente a 57 por cento dos 120 membros do Comité Central do organismo que, ao abrigo dos estatutos, tem direito a voto. Hendro Nhavene foi o segundo mais votado com 52 votos.

Na sua primeira intervenção como secretário-geral da OJM, Mety Gôndola agradeceu a confiança em si depositada e prometeu trabalhar de modo a assegurar a coesão interna. Acrescentou que a sua eleição foi resultado de um verdadeiro exercício democrático que sempre caracterizou a Frelimo, da qual a OJM é a organização social virada para a juventude.   

Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction