Director: Júlio Manjate   ||  Director(a) Adjunto(a): 

O Embaixador da Suíça em Moçambique, Mirko Manzoni, manifesta a sua satisfação com a aprovação das emendas na Constituição moçambicana, exercício alcançado por consenso, ontem, na Assembleia da República (AR).

Numa mensagem recebida ontem, pela AIM, o diplomata suíço afirma que os dirigentes moçambicanos demonstraram um exemplo de união para o mundo, ao decidir pela aprovação da revisão pontual da Lei-mãe.

“É um dia de orgulho para os moçambicanos. Hoje, os líderes de Moçambique e o seu povo deram o exemplo para a região, ao continente e à comunidade internacional, de um modo mais amplo”, lê-se na nota.

Além de congratular o parlamento pelo “passo histórico que foi dado”, Manzoni, que preside ao Grupo de Contacto entre o Governo e a Renamo, no diálogo político, afirma que a revisão abre espaço para descentralizar e desconcentrar o poder para o povo.

“Gostaria de manifestar as minhas mais sinceras congratulações ao Presidente de Moçambique, Filipe Jacinto Nyusi, e ao falecido líder da Renamo, Afonso Dhlakama, que conduziram o processo de paz e se comprometeram com o diálogo”, diz a mensagem.

Acrescenta que a mesma atitude que se tomou para avançar com as emendas constitucionais deve manter-se para assuntos militares.

Integram ainda o Grupo de Contacto, os Embaixadores norte-americano, Dean Pittman (vice-presidente), da China, União Europeia, Noruega, bem como os Altos-Comissários do Botswana e do Reino Unido. O Grupo desempenha um papel consultivo, técnico e financeiro.

Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction