Imprimir
Categoria: Política
Visualizações: 1955

Mais de 700 cidadãos procuraram, nos últimos dias, pelos Serviços Nacionais de Migração (SENAMI), na cidade de Maputo para tratar passaportes que são documentos de viagem para o estrangeiro.

Um número, segundo Cira Fernandes, porta-voz da instituição, a nível nacional (SENAMI), está acima do normal, comparativamente há semanas.

A porta-voz acredita que a informação veiculada, há dias, nas redes sociais, dando conta do agravamento das taxas do Bilhete de Identidade de 180 para 1000 meticais e o passaporte de 2.775 para seis mil, a partir de 1 de Setembro esteja por detrás das enchentes que se registam.

Na ocasião, a fonte reiterou que o valor para aquisição dos documentos supracitados não vai sofrer aumentos.

Afirmou que “a taxa aplicada para o documento oficial de viagemé de 2.400 meticais e 2.775 para o caracter de urgência.

Fernandes apelou, uma vez mais, aos cidadãos para que solicitem o passaporte de forma presencial, nos balcões de atendimento, evitando o uso de intermediários, um procedimento que tem em vista eliminar os casos de burla.