Imprimir
Categoria: Política
Visualizações: 446

PELO menos quarenta e três cidadãos de nacionalidade nigeriana, portadores de passaportes moçambicanos emitidos em circuitos fraudulentos, encontram-se a cumprir penas de prisão maior na República Popular da China, devido à sua ligação com o tráfico de drogas. Leia mais