Director: Júlio Manjate   ||  Directora Adjunta: Delfina Mugabe

O Governo da província de Gaza homenageou, na manhã de hoje, os combatentes, em reconhecimento do esforço para a conquista da independência, do jugo colonial português.

O acto aconteceu na Praça dos Heróis, na cidade de Xai-Xai, onde tiveram lugar as cerimónias centrais, a nível da província de Gaza, as festividades do dia 7 de Setembro, data da assinatura dos Acordos de Lusaka, na Zâmbia, entre o governo português e a Frente de Libertação de Moçambique, em 1974.

Neste entendimento, o opressor português reconheceu formalmente o direito do povo moçambicano à autodeterminação e soberania nacional.

A governadora de Gaza, Stela Pinto Zeca, disse que, nesta data, “homenageamos os jovens do 25 de Setembro pelos sacrifícios que consentiram, pois muitos deles ficaram privados de estudar, abandonaram suas famílias e não tiveram tempo para organizar as suas vidas. Como jovens que eram, também entregaram as suas próprias vidas para o bem da nação que acreditaram ser possível de construir”.

A governante declarou que as mulheres e homens corajosos que desferiram um golpe fatal ao regime colonial fascista português merecem uma homenagem em reconhecimento dos seus feitos.

Stela Zeca explicou que o trabalho destes libertadores do povo moçambicano é contínuo, desde a luta armada, onde estiveram envolvidos num movimento de alfabetização, que possibilitou a milhares de moçambicanos trocarem suas ideias em português, uma língua agora falada a nível nacional.

Lembrou também que a luta pela conquista da independência contou com o apoio da população moçambicana, que estava exausta de trabalhar, produzir, e ver o fruto da sua força a beneficiar o sistema colonial.

As comemorações deste ano decorrem sob o lema “Combatente Firme na Consolidação da Unidade Nacional, Paz e Promoção do Desenvolvimento” e trazem à memória a invencibilidade heroica dos soldados de 25 de Setembro - disse.

Exortou a população de Gaza a valorizar o esforço, o sacrifício e o sangue dos guerrilheiros e soldados, cultivando o espírito de trabalho e unidade nacional. Segundo ela, a província de Gaza tem um grande potencial agro-pecuário que se deve transformar em riqueza. Informou que os recursos naturais que a sua exploração está na fase embrionária no distrito de Chibuto é uma esperança a ter em conta, sem se esquecer da agricultura que é ainda a base da economia.

“E como forma de valorizar e vender as potencialidades de Gaza, no dia 08 realiza-se o primeiro festival de Bambene, Chibuto”- disse

Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction