Director: Júlio Manjate   ||  Director(a) Adjunto(a): 

Opinião

Politica

O COORDENADOR interino da Renamo, Ossufo Momade, solicitou ontem ao Presidente da República, Filipe Nyusi, a correcção das nomeações interinas dos oficiais do seu ...

quarta, 19 dezembro 2018
Leia +

Nacional

Autárquicas 2018

A VOTAÇÃO nas oito mesas cujos resultados foram anulados pelo Conselho Constitucional na autarquia de Marromeu, em Sofala, deverá ser repetida até ao dia 25 de Novembro ...

quinta, 15 novembro 2018
Leia +
Pub
SN

Desporto

O DESPORTIVO de Maputo regressa ao Moçambola no próximo ano, depois da deliberação a seu favor do “caso Siaw” pelo Conselho de Disciplina da ...

quarta, 19 dezembro 2018
Leia +

Economia

Já estão a caminho de Moçambique duas aeronaves (Boeing 738, com 154 lugares, e outro Q400) com que a Ethiopian Mozambique Airlines , decidiu responder a uma crise ...

quarta, 19 dezembro 2018
Read more

Tecnologias

A ocorrência da seca cíclica, que caracteriza a zona sul, particularmente, já requer tomada de medidas adequadas para a manutenção e protecção de ...

quarta, 19 dezembro 2018
Leia +

MOÇAMBIQUE e Uganda acordaram ontem, em Maputo, na criação de um fórum conjunto envolvendo o sector privado de ambos países, com o objectivo de explorar oportunidades de negócio e de investimento susceptíveis de promover a prosperidade das duas nações.

Este entendimento foi alcançado ontem no decurso das conversações bilaterais, no quadro da visita oficial que o Presidente ugandês, Yoweri Museveni, efectua a Moçambique a convite do seu homólogo, Filipe Nyusi. Os dois Chefes de Estado encabeçaram as delegações dos seus países às conversações.

Neste âmbito foi rubricado um acordo geral de cooperação e um memorando de entendimento para consultas político e diplomáticas entre os dois países, que apostam na diplomacia económica como um instrumento de desenvolvimento.

Para acelerarem o desenvolvimento económico dos dois países, as duas delegações identificaram cinco áreas de cooperação bilateral fundamentais, designadamente a política e diplomacia, defesa e segurança, agricultura, indústria e comércio e turismo.

O ministro dos Negócios Estrangeiros e Cooperação do Uganda, Sam Kutesa, apelou os empresários a unirem-se para verem oportunidades de negócio em ambos os países.

“De agora em diante vamo-nos engajar na implementação do que acordamos nos diferentes sectores, identificando projectos e programas concretos sobre como alavancar a nossa cooperação do lado económico”, disse.

Por seu turno, o Ministro dos Negócios Estrangeiros e Cooperação, José Pacheco, alinhou no mesmo diapasão, ao defender que ambos devem explorar as potencialidades nos diversos sectores que acordaram em trabalhar em conjunto para saírem do subdesenvolvimento e criar melhores condições de vida para as suas populações.

Pacheco disse , por exemplo, que no âmbito da agricultura e segurança alimentar e tendo em conta as vantagens comparativas que os dois países possuem, fundamentalmente o seu potencial agro-ecológico, abre-se um espaço para explorar a investigação, o agro-processamento e trocas comerciais.

“O Uganda é um grande produtor agrário de produtos de origem láctea, o que abre espaço para podermos importar no âmbito das trocas comerciais. A área da indústria têxtil também foi identificada como muito importante, tendo em conta que os nossos países são produtores de algodão e este pode dinamizar o ressurgimento dessa indústria com um grande impacto”, indicou.

Durante a sua estadia, o Presidente Yoweri Museveni foi obsequiado com um banquete de Estado e deverá continuar hoje com a sua visita, que inclui a deposição de uma coroa de flores na Praça dos Heróis, uma reunião com os combatentes da luta de libertação nacional e amanhã desloca-se a Montepuez, onde vai visitar o centro de instrução militar básica local.

PR já dialoga com nova liderança da Renamo

O Presidente da República, Filipe Nyusi, anunciou ontem que já começou a dialogar com a nova liderança da Renamo com vista à busca de uma paz efectiva para o país, dando seguimento ao processo que vinha desenvolvendo com o falecido líder daquela formação política, Afonso Dhlakama.

Dhlakama faleceu recentemente na serra da Gorongosa, vítima de doença.

Falando durante o banquete de estado oferecido na noite de ontem ao Presidente ugandês, Yoweri Museveni, o Chefe do Estado moçambicano afirmou estarem criadas bases para que o diálogo com a Renamo avance, esperando que se finalize com maior celeridade o pacote legal sobre a descentralização, já remetido ao Parlamento e que implicará uma revisão pontual da Constituição da República à luz dos entendimentos que alcançara com Afonso Dhlakama.

“Esperamos em simultâneo finalizar assuntos militares, que comportam o desarmamento, desmobilização e reintegração dos elementos armados da Renamo, processo que já possui bases suficientes para ser iniciado”, indicou o Presidente Nyusi.

O Chefe do Estado e o falecido líder da Renamo vinham mantendo diálogos para alcançar consensos que levem a uma paz definitiva ao país. Dhlakama faleceu a 3 de Maio na serra da Gorongosa, vítima de doença. O seu partido indicou o antigo deputado e secretário-geral Ossufo Momade, que coordena a Comissão Política Nacional do partido até a realização do congresso, ainda sem data marcada.

 

Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction