Director: Júlio Manjate   ||  Directora Adjunta: Delfina Mugabe

Opinião

Politica

Economia

A Autoridade Tributária de Moçambique (AT) projecta arrecadar cerca de 244,6 mil milhões de meticais (MT) em receitas, conforme proposta da Lei do Orçamento do Estado para ...

quinta, 20 setembro 2018
Read more
Pub
SN

Desporto

A VIGÉSIMA sexta jornada do Moçambola será dominada pelos duelos de equipas que lutam pela manutenção na prova, numa altura em que a “batalha” pelo ...

sexta, 21 setembro 2018
Leia +

Nacional

COMEÇA esta terça-feira o “namoro” do eleitorado ao nível das 53 autarquias do país. Serão duas semanas durante as quais diversas ...

sábado, 22 setembro 2018
Leia +

O embaixador da Índia em Portugal, Jitendra Nath, confirmou na sexta-feira o interesse do seu país em integrar a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), mas ainda sem uma decisão final.

Em entrevista à RDP Internacional citada pala AIM, o diplomata referiu exemplos de laços fortes entre a Índia e o mundo lusófono, como os Jogos da Lusofonia deste ano, em Goa.

O embaixador acentuou o aspecto económico como o factor determinante do incremento das relações entre a Índia e os países que falam português, o que torna mais viável essa eventual integração na CPLP. Neste âmbito, está a ser preparado para Outubro um encontro exactamente com esse objectivo.

Outro dos aspectos está relacionado com a cultura: o embaixador indiano disse haver cursos de Português na Índia e que muitos funcionários do Estado têm aprendido o idioma em Portugal e no Brasil.

Ainda na área da cultura, a Índia tem pedido a Portugal a tradução de livros para o idioma de Camões.

No início deste mês, o Primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, expressou o interesse do Japão de se tornar membro observador da CPLP. Shinzo Abe expressou o interesse, em Lisboa, durante a sua primeira visita oficial a Portugal.

Na ocasião, Portugal manifestou o seu apoio a pretensão japonesa, segundo uma declaração do Primeiro-ministro português, Pedro Passos Coelho,

O interesse japonês em adquirir o estatuto de observador na CPLP está associado à ambição do Japão de aprofundar as parcerias com países de expressão portuguesa que estão a ampliar a sua presença em África e na América Latina.

Para além de Portugal, fazem parte da CPLP Moçambique, Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, S. Tomé e Príncipe e Timor-Leste.

Moçambique assume actualmente a presidência rotativa da CPLP.

 

Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction