Opinião

Politica

A COMISSÃO Nacional de Eleições (CNE) propôs ao Conselho de Ministros o adiamento do recenseamento eleitoral que devia decorrer de 1 de Abril a 15 de Maio próximo, ...

segunda, 25 março 2019
Leia +

Nacional

Doze dias depois do fatídico ciclone tropical “Idai” está a perder-se a esperança de resgatar os 60 cidadãos desaparecidos nos rios Lucite e Mussapa, em Dombe, ...

segunda, 25 março 2019
Leia +

Beira

ESTÁassegurada a provisão de alimentos nos centros de acomodação criados em diversos bairros da cidade da Beira, em Sofala, para acolher provisoriamente as vítimas ...

segunda, 25 março 2019
Leia +
Pub
SN

Desporto

O JOGO de sábado em Bissau que afastou Moçambique do CAN deste ano no Egipto foi uma autêntica fotocopia daquele da primeira volta no Estádio Nacional do Zimpeto. O ...

segunda, 25 março 2019
Leia +

Economia

AS PERSPECTIVAS de crescimento a médio prazo em África, estimadas em taxas médias anuais que variam entre três a quatro por cento, são insuficientes para estimular ...

segunda, 25 março 2019
Read more

Tecnologias

A LUTA contra a Tuberculose, doença mortífera porém, curável, está a ser enfrentada em diferentes frentes. Com o advento das Tecnologias de Informação ...

segunda, 25 março 2019
Leia +

A APLICAÇÃO do Acordo Ortográfico tem estado a ser “absolutamente pacífica” em São Tomé e Príncipe, disse à Agência Lusa a directora executiva do Instituto Internacional de Língua Portuguesa (IILP), Marisa Guião de Mendonça.

“Penso que a aplicação do Acordo Ortográfico em São Tomé e Príncipe tem estado a ser absolutamente pacífica, mas neste início de ano farei uma visita a este país e uma das minhas ideias é verificar como é que o processo está a decorrer”, declarou a responsável.

Marisa Mendonça adiantou ainda à LUSA que na sua deslocação ao país pretende também “perceber que tipo de apoio as autoridades nacionais são-tomenses necessitam para uma implementação mais eficaz, mais rápida e mais conseguida do acordo e que tipo de apoio poderá dar o IILP”.

São Tomé e Príncipe ratificou o Acordo Ortográfico de Língua Portuguesa em 2006, sendo o quarto país a fazê-lo.

O anúncio foi feito durante o Seminário Internacional de Língua Portuguesa e suas Literaturas no Rio de Janeiro, a 14 de Dezembro de 2006, ocasião em que Albertino Bragança, escritor e deputado de São Tomé e Príncipe, recordou a polémica para unificar as duas ortografias oficiais de língua portuguesa – a lusitana/africana e a brasileira.

O Acordo Ortográfico foi assinado a 16 de Dezembro de 1990 por Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal e São Tomé e Príncipe, mas não podia entrar em vigor por não ter sido ratificado por todos os países. 

Contudo, a aprovação de uma adenda ao Acordo Ortográfico, em Julho de 2004, em São Tomé e Príncipe durante a Cimeira dos Chefes de Estado e de Governo da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) tornou possível a sua entrada em vigor.

Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction