Inicia esta manhã o julgamento de um vendedor ambulante que tentou comercializar discos piratas do músico Wazimbo ao próprio Wazimbo. O julgamento terá lugar na 2ª Secção do Tribunal Judicial do Distrito Municipal KaMpfumu, na cidade de Maputo.

O caso remonta há oito meses, altura em que o “comerciante” teria abordado o artista numa das artérias da baixa da cidade de Maputo, dizendo-lhe que tinha em sua posse várias novidades da música moçambicana, incluindo o álbum “Raízes”, recentemente lançado por Wazimbo.

Na ocasião, o artista teria manifestado interesse em comprar várias colectâneas, desde que o vendedor aceitasse acompanhá-lo a uma caixa automática (ATM) mais próxima para levantar o dinheiro. Sem se aperceber que se tratava do próprio músico, o vendedor ambulante acedeu à proposta, acabando por entrar no carro de Wazimbo que foi directo à esquadra mais próxima, onde foi denunciado o caso de pirataria.

O indivíduo foi detido de imediato, tendo sido solto algum tempo depois mediante pagamento de caução, para que pudesse responder em liberdade.

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 58,31 59,47
ZAR 4,74 4,83
EUR 70,23 71,64

25.01.2018   Banco de Moçambique

Opinião & Análise

PARECE haver motivos bastantes para emprestar as palavras do polémico ...
2018-02-24 00:30:00
O SONO é um veneno que embriaga, paralisa o corpo, corta os movimentos e guia ...
2018-02-24 00:30:00
“Ide por todo o mundo, anunciai a Boa Nova a toda criatura” – Mc ...
2018-02-23 00:30:00
Há reportagens antigas  – nos jornais e televisões -  ...
2018-02-23 00:30:00
SÓ posso começar o presente texto dizendo mesmo isto: INAE, já ...
2018-02-23 00:30:00