A literatura moçambicana ganha mais um novo integrante. O seu nome é Armindo Mathe, ou simplesmente Noma's. O jovem escritor de 30 anos lançou recentemente as suas primeiras duas obras, respectivamente “ROMARIA TRÊS DIMENSÕES DE VENTO” (poesia), e “DESCONTOS DO TEMPO” (contos). Dois livros que nos permitem partilhar as suas vivências, as suas emoções, sobretudo a sua visão critica em relação a tudo aquilo que lhe rodeia.

O “Noticias” teve o privilégio de conversar com o jovem escritor sobre as suas motivações e projectos para acarreira literária.

Armindo Mathe, contou-nos que as obras lançadas são fruto da sua trajectória, coleção de vários textos, que já vem compondo desde os tempos de miúdo, e que este foi altura oportuna para as por cá fora.

A obra “ROMARIA TRÊS DIMENSÕES DE VENTO” é composta por 79 poemas, escritos em português, onde a temática é o quotidiano. Esta linha é motivada pelo autor, pelo simples facto de ser alguém fruto do sofrimento e vento,como tantos outros moçambicanos passaram pela mesma situação, antes de terem alguma prosperidade.

“Sobreviver”, “Inexistir” “Nyamakaze”, “Esperança”, “Fome”, “Semente”, são alguns dos temas dos poemas do Armindo Mathe,i. “Neste livro, falo de um homem que nasce e cresce no campo, com sonho de um dia morar na cidade. Porém, na tentativa de concretizar o seu sonho, ele passa por várias situações. Ele divide essas fasesem três dimensões, “para melhor narrar a história”, conta o escritor.

Já na sua outra obra de contos, Armindo revela que a temática está em volta das sucessivas discordâncias, que ele vem tendo em relação ao mundo, que lhe rodeia. Dá o exemplo do conto “Deambulando”, que retrata o cenário da hora da ponta na cidade de Maputo. “Vês na baixa da cidade muitas pessoas preocupadas em ir para casa, mas no sentido contrário, vês um demente que está no sentido inverso, isso me preocupa”, disse.

“Chacinalândia” é um texto que fala sobre alguém que se encontra na cidade de Maputo, mas que essa mesma pessoa idealiza outra cidade, onde possa estar e concretizar os seus desejos.

“Siyavuma” fala sobre o curandeirismo, na vertente onde muitos atravessam rios e montanhas à procura de melhores condições sobre esta via de curandeirismo.

Questionado sobre uma possível incursão por outros géneros literários, o escritor afirmou que o seu forte é o conto, mas que num futuro próximo poderá oferecer aos seus leitores um Romance, porque é muito admirador de Mia Couto, um dos romancistas moçambicanos.

Em torno do seu trabalho, Armindo Mathe,é descrito como um escritor, que revela, nas linhas da sua escrita, uma certa maturidadeMathe,sempre compreendeu que uma escrita apurada precisa de tempo para se afinar e merecer o olhar de leitor.

O escritor apresenta-se como narrador de intervenção social, “às vezes sou acolhedor, mas também sou muito insensível, às vezes sou sereno, mas também agressivo”.

Mathe, preocupa-se, dentro da sua viagem literária, em despertar a mente dos jovens a prestarem atenção ao mundo, a questionar tudo o que eles veeme não se conformar com a realidade. “Quero dar o meu contributo através da palavra, ser espelho dos mais novos”, realçou.

O jovem escritor, que vem fortificando o seu saber, sendo autodidacta, revela-se como apreciador de escritores já firmados como Ungulane Ba Ka Khosa, José Craverinha (já falecido), Eduardo White (também já falecido), dos angolanos, José Agualusa  e Pepetela, e da brasileira Sofia de Melo.

O nosso interlocutor, por outra parte, vem se sentindo agastado por ver a classe juvenil sem  apadrinhamento, para a concretização dos seus planos. “Estamos a crescer de qualquer maneira. A nossa indústria cultural quase que não funciona.Gostaria que as autoridades criassem um plano mais claro para revitalização das artes e cultura aqui em Moçambique”, rematou.

 

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 60,70 61,84
ZAR 4,43 4,51
EUR 71,53 72,88

11.10.2017   Banco de Moçambique

Opinião & Análise

HÁ alguns anos, o Governo do ex- presidente moçambicano, Joaquim ...
2017-10-20 23:30:00
MAIS um linchamento ocorreu ao princípio desta semana na cidade da Beira, ...
2017-10-20 23:30:00
TURMA, não posso ignorar esta chamada, serei rápido. Enquanto estou ...
2017-10-20 23:30:00
MOCÍMBOA da Praia, na província de Cabo Delgado, está desde ...
2017-10-19 23:30:00
Passam cerca de duas semanas que contei a história onde o personagem ...
2017-10-19 23:30:00