Cinco livros de igual número de autores moçambicanos constam do plano de leitura de Portugal, recomendado pelo Ministério da Educação daquele país europeu.

Trata-se das obras “O Pátio das Sombras”, de Mia Couto; “O Caçador de Ossos” e “Leona, a filha do silêncio”, ambos da autoria de Carlos dos Santos; “O Casamento Misterioso de Mwija”, de Silva Dunduro, actual Ministro da Cultura e Turismo; e “Kanova e o Segredo da Caveira” de Pedro Pereira Lopes.  

Estes livros, orientados para o público infanto-juvenil, têm de comum o facto de terem sido editados pela Escola Portuguesa de Moçambique.

Estas obras fazem ainda parte de uma colecção de dez publicações, integrada num projecto que recria contos, histórias e mitos da tradição oral de Moçambique.

Neste plano de leitura tem ainda um livro “O Massacre Português de Wiriamu: Moçambique, 1972”, do conceituado historiador Mustafah Dhada, de origem moçambicana e residente nos Estados Unidos da América.

O livro de Dhada saiu sob a chancela da editora Tinta da China.

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 58,31 59,47
ZAR 4,74 4,83
EUR 70,23 71,64

25.01.2018   Banco de Moçambique

Opinião & Análise

LEMBREI-ME ontem das palavras que o Primeiro-ministro, Carlos Agostinho do ...
2018-02-19 00:30:00
DE há alguns meses a esta parte, vem-se falando sobre a possibilidade de a ...
2018-02-19 00:30:00
O PAÍS, de modo particular as zonas norte e centro, está a ser ...
2018-02-17 00:30:00
GLÓRIAMaria, hoje tive a certeza de que a terceira idade é um ...
2018-02-17 00:30:00
DESDE que a 7 de Fevereiro, o mais alto magistrado da nação anunciou, ...
2018-02-16 00:30:00