Uma conferência de doadores, para apoiar Moçambique na reconstrução de infraestruturas e tecido social e económico após o ciclone Idai, vai decorrer no final de Maio na cidade da Beira, anunciou ontem o Governo.

“Vamos ter no final do mês de Maio uma conferência de doadores a realizar na cidade da Beira, em que esperamos obter alguns dos recursos, que são necessários para o programa de reconstrução", referiu o director executivo do Gabinete de Reconstrução Pós-Idai, Francisco Pereira.

Este responsável do Gabinete de Reconstrução Pós-Idai, quadro do Ministério das Obras Públicas, de que já foi vice-ministro, falava em Maputo, após a cerimónia em que tomou posse no cargo.

Equipas no terreno estão a fazer um levantamento dos prejuízos até final do mês, para ser elaborado um plano de reconstrução.

“Esse plano demorará umas duas semanas” a ser feito e será sujeito à aprovação "do Conselho de Ministros e dos parceiros, sempre envolvidos neste processo", disse Francisco Pereira.

Após estes passos, o plano será apresentado na conferência de doadores.

Entre os parceiros estão a União Europeia (UE), Banco Mundial, Banco Africano de Desenvolvimento (BAD) e Nações Unidas.

O Gabinete de Reconstrução Pós-Idai foi criado pelo Conselho de Ministros moçambicano no dia 09 de Abril, com a missão de coordenar a reabilitação de infra-estruturas destruídas pelo ciclone Idai.

O papel do organismo autónomo foi ontem destacado pelo primeiro-ministro, Carlos Agostinho do Rosário, que deu posse a Francisco Pereira no cargo de director executivo.

“Ao criar este gabinete, o Governo tem em vista assegurar a recuperação das infra-estruturas de saúde, educação, abastecimento de água, estradas e pontes, linhas férreas, linhas de transporte e de distribuição de energia, navegação aérea e marítima, de entre outras", declarou o primeiro-ministro.

O ciclone Idai provocou 603 mortos e afectou mais de 1,5 milhões de pessoas, segundo as autoridades moçambicanas.

Comments

A exiguidade de fundos no sector da educação dificulta a implementação de programas, com destaque para a expansão da rede escolar, no país.

A preocupação foi manifestada ontem, em Maputo, pelo vice-ministro da Educação e Desenvolvimento Humano, Armindo Ngunga, na abertura do Seminário Nacional Para Elaboração do Plano Estratégico da Educação 2020-2029.

O vice-Ministro da Educação e Desenvolvimento Humano salientou que o Plano Estratégico da Educação 2020-2029 deverá responder aos desafios actuais do sector.

 

Comments

A PROVÍNCIA de Tete registou no primeiro trimestre do ano em curso 8922 novos casos de infecção pelo HIV dos 173.416 testes de diagnóstico realizados em várias unidades sanitárias da província, facto que se deve à melhoria da capacidade de diagnóstico, ao mesmo tempo que se aposta no aumento do número de pacientes em tratamento anti-retroviral. Leia mais

Comments

O MUNICÍPIO de Nacala-Porto arrecada mais de 800 mil meticais/dia, facto que tem contribuído para a melhoria da capacidade de intervenção da autarquia na criação do bem-estar dos citadinos. Leia mais

Comments

O Governo do distrito de Sussundenga, na província de Manica, desafia os líderes comunitários e religiosos a se envolverem no combate à violência doméstica.

A administradora distrital, Rosa Luís, de acordo com a Rádio Moçambique, está preocupada com o nível de violência que se regista naquela região, com destaque para o posto administrativo de Dombe.

Ela revelou que no ano passado foram reportados três casos de homicídios motivados por ciúmes, apelando aos casais para serem tolerantes e a viverem em harmonia.

Comments

Subcategorias

Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction