Imprimir
Categoria: Província Em Foco
Visualizações: 3188

O número de formados em Engenharia Informática tende a aumentar nos últimos anos na região norte do país, mercê da introdução daquele tipo de curso pela Universidade de Lúrio (UniLúrio) - Extensão de Pemba, com o objectivo de colmatar a demanda de quadros com formação superior nesta área.

Para o efeito, a Universidade de Lúrio - Delegação de Pemba, graduou há dias e lançou para o mercado de trabalho 15 engenheiros informáticos e 19 biólogos, totalizando 34 técnicos superiores.

O Reitor da UniLúrio, Francisco Noa, disse na ocasião que apesar de a instituição do Ensino Superior que dirige estar a somar quatro graduações de técnicos com aquela formação na Extensão de Pemba, a região norte do país ainda continua a registar uma grande demanda daqueles profissionais.

Num outro desenvolvimento, Noa desafiou aos novos engenheiros e biólogos a serem empreendedores, por alegadamente os cursos técnicos oferecerem bases para as pessoas criarem empresas ligadas aos ramos de engenharia e, por esta via, criar o auto-emprego e oportunidades para mais concidadãos.

Por seu turno, o secretário permanente do Governo Provincial, António Mapure, que testemunhou o acto, disse na sua intervenção que os técnicos ora graduados não devem deixar de investigar, como forma de manter os conhecimentos e melhorar o seu desempenho para consolidar as habilidades adquiridas durante a formação.

Numa outra abordagem, Mapure reconheceu que a Faculdade de Ciências Biológicas da UniLúrio em Pemba enfrenta diversas dificuldades, tais como a falta de meios para o seu pleno funcionamento, tendo feito a promessa de que o Governo continuará a lutar para encontrar soluções que possam melhorar as condições de ensino e aprendizagem aceitáveis numa instituição de formação superior como aquela.

ASSANE ISSA