Director: Júlio Manjate   ||  Director(a) Adjunto(a): 

A PROVÍNCIA de Tete está, nos últimos anos, a registar desenvolvimentos significativos no que respeita ao tratamento anti-retroviral, como resultado do alargamento daquela terapia para 80 unidades sanitárias espalhadas um pouco por toda aquela região do país.

O facto foi revelado pelo Governador provincial, Paulo Auade, no Posto Administrativo de Zóbuè, norte do distrito de Moatize, no passado dia 1 de Dezembro, nas cerimónias alusivas às comemorações do Dia Mundial de Luta Contra SIDA.

Auade acrescentou que, num passado recente, apenas um hospital tinha condições para fazer a prevenção da transmissão do HIV/SIDA da mãe para o bebé e, actualmente, são 116 unidades sanitárias que oferecem este tratamento.

O Governo está ainda a melhorar as capacidades para o diagnóstico do SIDA, montando equipamentos e proceder à formação de pessoal para efectuar a contagem de CD4, onde já estão em plena operação 18 máquinas que estão colocados em todos os distritos e até alguns postos administrativos, conforme revelou.

“Na componente de prevenção, de 2012 para 2015, triplicamos o número de utentes testados, de perto de 95.000 para mais de 330.000 pessoas” – disse Paulo Auade.

Com estas operações, o tratamento dos pacientes portadores de HIV/SIDA aumentou de 16 mil para acima de 46 mil doentes em toda a província, resgatando o compromisso social, individual e colectivo para estancar a vulnerabilidade do adolescente e da rapariga face à ameaça do HIV e SIDA.

De acordo com o Governador de Tete, o Executivo retomou o financiamento aos projectos da sociedade civil, onde estão em plena acção mais de 48 associações em toda a província. “É importante referir que os ganhos mencionados resultam do cometimento do Governo, mostrando através de acções como a descentralização e responsabilização multissectorial da resposta ao HIV/SIDA” - disse Auade.

Paralelamente, estão em curso campanhas de sensibilização da camada social, com maior destaque para jovens, incidindo à rapariga para a prevenção da pandemia.

É assim que estão relativamente em progressão acções inseridas no quarto Plano Estratégico Nacional (2015/2019), com a expansão da testagem em HIV/SIDA das unidades sanitárias até às comunidades rurais tendentes à resposta a pandemia.

Entretanto, aproveitando a ocasião, Paulo Auade, chamou atenção à sociedade civil sobre a necessidade urgente de garantir a educação da rapariga, melhorar os serviços de saúde sexual e reprodutiva, reduzir a feminização da SIDA, melhorar os métodos preventivos para as mulheres, combater a violência contra a mulher, como alguns dos objectivos sem os quais não se pode alcançar as metas definidas em relação ao combate do HIV/SIDA na província e no país em geral.

“À sociedade civil, às comunidades religiosas, aos empregadores, às famílias e mesmo grupos de amigos, apelamos a adopção de práticas positivas e a liderança necessária para eliminar o estigma e discriminação e apoiar as pessoas que vivem com este vírus” - recomendou Paulo Auade.

Ainda sobre o processo de prevenção convencional de novas infecções do HIV/SIDA, o delegado do Núcleo Provincial de Combate ao HIV/SIDA em Tete, Elder Chissale, disse que duplicou o número de preservativos colocados à disposição dos utentes, para cerca de seis milhões contra os anteriores três milhões.

“Triplicamos igualmente a adesão à circuncisão onde já registamos acima de seis mil jovens contra os dois mil anteriores registados nas unidades sanitárias” - referiu Elder Chissale.

BERNARDO CARLOS

Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction