O INSTITITUTO Nacional de Gestão de Calamiades (INGC) deve centrar as suas atenções em aspectos relacionados com a redução da vulnerabilidade das comunidades, através da construção de infra-estruturas sociais e económicas adaptáveis às mudanças climáticas no país.

Esta tese foi defendida na Praia Bilene, província de Gaza, por João Osvaldo Machatine, director nacional do INGC, por ocasião da VII sessão ordinária do Conselho Consultivo da instituição que termina hoje.

Segundo João Machatine, no país já existe uma prática institucional consolidada e ramificada de gestão de desastres naturais a vários níveis, que vai desde experiências práticas, iniciativas locais, sistemas de aviso prévio, aprovisionamento de meios para assistência humanitária e realização de exercícios de simulações, entre outras intervenções de vulto, sempre que haja

previsão de ocorrência de eventos extremos.

O facto, disse Machatine, permite ao INGC dar resposta imediata a situações de emergência, procurando, no máximo possível, restabelecer pontualmente a normalidade funcional do país.

O Conselho Consultivo constitui para o INGC uma oportunidade de busca de

estratégias acertadas para o aprimoramento das formas de intervenção e salvamento das populações em caso de intempéries.

De acordo com João Machatine, o INGC deve continuar a ser uma instituição com uma boa

imagem no seio da comunidade e dos cidadãos, em geral, daí que os profissionais que trabalham na instituição têm que pautar pelo rigor e transparência na gestão dos recursos alocados.

Mais recentes

Breves

Editorial

EDITORIAL
Sexta, 23 Fevereiro 2018
A TRAGÉDIA que se abateu sobre a cidade de Maputo, na madrugada desta segunda-feira, matando 16 pessoas e ferindo outras tantas, em consequência do deslizamento do lixo nas proximidades do aterro de Hulene, chama à atenção para a necessidade de reflectirmos sobre o... Ler mais..

Primeiro Plano

IMAGE
Pressão social empurra meninas para uniões...
Sexta, 23 Fevereiro 2018
Raparigas da localidade de Massaca, distrito de Boane, queixam-se da pressão social e dizem que está na origem dos casamentos prematuros. Com efeito, é-lhes dito que estando no lar vão dignificar a família e a comunidade, e muitas cedem a este conselho que as empurra para um futuro incerto. Ler mais..

Assim vai o mundo

Preçário dos jornais online

Anual 5.746,00 MT
Semestral
Trimestral 1.436,00 MT
Mensal 478,00 MT
Quinzenal 239,00 MT
Semanal
Diário 18,00 MT

Jornal Noticias

Anual 1.872,00 MT
Semestral
Trimestral 468,00 MT
Mensal 156,00 MT
Semanal 27,00 MT

Jornal Domingo

Anual 1.872,00 MT
Semestral
Trimestral 468,00 MT
Mensal 156,00 MT
Semanal 27,00 MT

Jornal Desafio

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 58,31 59,47
ZAR 4,74 4,83
EUR 70,23 71,64

25.01.2018   Banco de Moçambique

Opinião & Análise

PARECE haver motivos bastantes para emprestar as palavras do polémico ...
2018-02-24 00:30:00
O SONO é um veneno que embriaga, paralisa o corpo, corta os movimentos e guia ...
2018-02-24 00:30:00
“Ide por todo o mundo, anunciai a Boa Nova a toda criatura” – Mc ...
2018-02-23 00:30:00
Há reportagens antigas  – nos jornais e televisões -  ...
2018-02-23 00:30:00
SÓ posso começar o presente texto dizendo mesmo isto: INAE, já ...
2018-02-23 00:30:00

Conversas ao sábado

  • Publicidade_Versao_Imprensa

Quem está online?

Temos 1960 visitantes em linha