Director: Júlio Manjate   ||  Directora Adjunta: Delfina Mugabe

O Governo moçambicano, com apoio da República da Coreia, através da KEITI, acaba de rubricar um acordo de financiamento ao Fundo de Investimento e Património do Abastecimento de Água (FIPAG), no valor de 700 mil dólares norte-americanos para o Plano Director de abastecimento de água à cidade de Xai-Xai e estudo de viabilidade para as cidades de Nampula e Lichinga, num horizonte de 20 anos.

Segundo Pedro Paulino, director geral do FIPAG, este acordo é resultado do cumprimento do mandato da instituição, que tem promovido e implementado acções de reabilitação e construção de infra-estruturas de abastecimento de água, bem como ligações domiciliárias, e a construção de infra-estruturas que neste momento beneficiam cerca de 3.3 milhões de pessoas em todo o país.

De acordo com Paulino, com esta cooperação, vai materializar-se o estudo de beneficiários e da demanda de água; investigação qualitativa e quantitativa dos recursos hídricos; avaliação do impacto social e ambiental; identificação de alternativas, sua comparação e análise financeira económica.

Por sua vez, Umberto Gueze, em representação do ministro das Obras Publicas e Habitação e Recursos Hídricos, disse que, este financiamento irá contribuir para a identificação das intervenções necessárias para o aumento do número de infra-estruturas de abastecimento de água, de modo a satisfazer a demanda do serviço que será determinada na base do consumo existente, previsões de crescimento da população, desenvolvimento económico e recursos hídricos, bem como de alternativas do serviço num horizonte de anos.

"Este acordo de financiamento irá permitir que o Governo de Moçambique continue com as acções de melhoramento e expansão do abastecimento de água para as populações mais carenciadas, com vista a atingir as metas de desenvolvimento sustentável até 2030", afirmou Umberto Gueze.

A fonte acrescenta ainda que, o abastecimento de água potável em Moçambique é desafiado por demandas acrescidas, derivadas na mobilidade demográfica e crescimento populacional e urbano, bem como da escassez de água por razões climatológicas, o que se traduz na limitação das fontes de captação para a produção de água.

"Em função desta característica, somos chamados a planificar e mobilizar recursos para a realização de investimentos para a expansão dos sistemas de abastecimento de água, provendo infra-estruturas de captação, produção, transporte, reserva e distribuição de água", frisou.

A cidade de Xai-Xai conta com uma população total de 235 mil pessoas, onde mais de 139 pessoas beneficiam do serviço, o que confere a uma cobertura de abastecimento de água de cerca de 60 porcento.

Para além da cidade de Xai-Xai, o acordo inclui também o financiamento para o estudo de viabilidade para as cidades de Lichinga e Nampula que visa, essencialmente, actualizar o estudo de viabilidade elaborados em 2008 e 2011 para as cidades de Lichinga e 2011 Nampula respectivamente, desenvolvendo as alternativas técnicas para a melhoria do abastecimento de água à cidade de Lichinga e Nampula, baseando-se em estudos básicos e que deverá contemplar estimativas de custo e cronograma de implementação das actividades.

Contudo, a cidade de Nampula conta com uma cobertura de 50 porcento, num universo total de 627 mil pessoas, enquanto em Lichinga está com uma cobertura de cerca de 21 porcento, num universo total de 209 mil pessoas.

Sábados

CLICKADAS

...

A BELEZA do mundo é uma bênção que se vive na ...

TEMA DE ...

NUMA entrevista que concedeu ao escritor Marcelo Panguana, publicada no ...

Conselho de administração

Presidente: Bento Baloi

Administrator: Rogério Sitóe

Administrator: Cezerilo Matuce

Siga-nos

Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction