A MINISTRA da Educação e Desenvolvimento Humano (MINEDH), Conceita Sortane, reafirmou ontem o compromisso do Governo de investir nas condições de trabalho e na formação de professores, em prol da melhoria da qualidade do ensino no país.

Estas declarações foram feitas em Maputo, nas cerimónias centrais da passagem do 36.º aniversário da Organização Nacional dos Professores (ONP), marcadas pela deposição de uma coroa de flores na Praça dos Heróis Moçambicanos.

Na ocasião, a titular do pelouro da Educação reconheceu as dificuldades enfrentadas por esta classe profissional, daí os esforços que o Governo tem desenvolvido para encontrar as melhores estratégias visando reverter o cenário. 

Apontou o atraso no pagamento de horas extras, do subsídio de funeral, falta de habitação, como alguns dos problemas que afectam os professores, constando da carteira de prioridades do sector.

Sobre o atraso de horas extras, Sortane disse que tal acontece devido à burocracia na execução orçamental, mas que paulatinamente está a ser sanada, havendo maior eficácia no andamento do processo.

Conforme referiu, a falta de professores é a principal causa das horas extraordinárias, situação que vai reduzir gradualmente com a contratação de mais docentes nos próximos anos.

“O atraso no pagamento de horas extras é uma realidade precipitada pela falta de professores. O processo é também lento devido a questões orçamentais. O desejo é que cada professor ministre aulas num determinado período, sem horas adicionais”, acrescentou.

A propósito, a governante abriu a possibilidade de o sector da Educação admitir mais de seis mil professores para o próximo ano, mas sublinhou que tudo está dependente do orçamento a ser disponibilizado, atendendo à actual conjuntura económica.

Por sua vez, o secretário-geral da Organização Nacional dos Professores, Francisco Nogueira, enalteceu os esforços desenvolvidos pelo Governo para melhoria das condições de trabalho da classe.

Mais recentes

Breves

Editorial

EDITORIAL
Sexta, 20 Outubro 2017
O PRESIDENTE da República, Filipe Nyusi, manifestou há dias, e de forma particularmente severa, a sua preocupação em relação aos elevados índices de corrupção que se registam no país, tanto no sector público quanto no... Ler mais..

Primeiro Plano

IMAGE
Caia vira corredor de desenvolvimento
Quinta, 19 Outubro 2017
O ADMINISTRADOR do distrito de Caia, João Saize, considerou, há dias, em entrevista ao nosso Jornal, que nos últimos oito anos a região se transformou num verdadeiro corredor de desenvolvimento, com a entrada em funcionamento da Ponte Armando Guebuza, em Agosto de 2009. Ler mais..

Assim vai o mundo

Preçário dos jornais online

Anual 5.746,00 MT
Semestral
Trimestral 1.436,00 MT
Mensal 478,00 MT
Quinzenal 239,00 MT
Semanal
Diário 18,00 MT

Jornal Noticias

Anual 1.872,00 MT
Semestral
Trimestral 468,00 MT
Mensal 156,00 MT
Semanal 27,00 MT

Jornal Domingo

Anual 1.872,00 MT
Semestral
Trimestral 468,00 MT
Mensal 156,00 MT
Semanal 27,00 MT

Jornal Desafio

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 60,70 61,84
ZAR 4,43 4,51
EUR 71,53 72,88

11.10.2017   Banco de Moçambique

Opinião & Análise

HÁ alguns anos, o Governo do ex- presidente moçambicano, Joaquim ...
2017-10-20 23:30:00
MAIS um linchamento ocorreu ao princípio desta semana na cidade da Beira, ...
2017-10-20 23:30:00
TURMA, não posso ignorar esta chamada, serei rápido. Enquanto estou ...
2017-10-20 23:30:00
MOCÍMBOA da Praia, na província de Cabo Delgado, está desde ...
2017-10-19 23:30:00
Passam cerca de duas semanas que contei a história onde o personagem ...
2017-10-19 23:30:00

Conversas ao sábado

  • Publicidade_Versao_Imprensa

Quem está online?

Temos 1501 visitantes em linha