Director: Júlio Manjate   ||  Directora Adjunta: Delfina Mugabe

O PROJECTO Mozambique LNG, liderado pela petrolífera Anadarko, acaba de desembolsar 250 mil dólares americanos em apoio à iniciativa de concepção e implementação de uma plataforma e-learning, no quadro da promoção do uso de metodologias interactivas em Institutos de Formação de Professores e na formação em exercício de professores de escolas primárias.

Um comunicado daquela organização recebido na nossa Redacção refere que a iniciativa, a ser implementada nas províncias de Cabo Delgado, Niassa, Tete e Maputo, é parte do Projecto BETTER, desenvolvido pelas organizações não-governamentais Associação Progresso e CODE, financiado pelo Governo do Canadá e apoiado pelo Ministério de Educação e Desenvolvimento Humano (MINEDH).

 

NO ano passado, o Projecto Mozambique LNG doou outros 250 mil dólares americanos para apoiar a iniciativa de produção de livros em diversas línguas, nomeadamente Português, Emakhuwa, Shimakonde, Ciyawo, Kimwani e Cinyanja, uma contribuição para o aprimoramento do processo de leitura naquelas quatro províncias do país.

Este apoio, refere o comunicado, permitiu o desenvolvimento, publicação e a impressão de vário material destinado aos primeiros anos de escola primária, tendo sido produzidos, naquelas línguas, 66 títulos e mais de 110 mil livros distribuídos por quatro instituições de formação de professores em Cabo Delgado, Niassa, Tete e Maputo.

Os livros foram igualmente distribuídos por 54 escolas primárias, beneficiando mais de 87 mil alunos e mais de 1500 professores.

Para o Vice-Presidente da Anadarko e Director Geral em Moçambique, Steve Wilson, a educação é um vector importante para o desenvolvimento das crianças, por um lado, e do país, por outro, razão porque a sua organização está feliz em continuar a apoiar estas iniciativas, que visam o aprimoramento da leitura dos alunos, da formação de professores e do aperfeiçoamento do processo de ensino-aprendizagem.

Por seu turno, Elisabeth Sequeira, da Associação Progresso considera que “este é um exemplo de que é possível juntar sinergias entre instituições públicas, privadas e organizações da sociedade civil, dentro e fora do país, para a implementação de projectos estruturantes para o desenvolvimento do país. A educação das nossas crianças é, naturalmente, importante para o presente e futuro do nosso país”.

O projecto Mozambique LNG está a desenvolver a primeira fábrica de Gás Natural Liquefeito (GNL) em terra, que consiste inicialmente em dois primeiros módulos de produção de GNL com uma capacidade total de 12.88 milhões de toneladas por ano (MTPA) para apoiar o campo Golfinho/Atum situado inteiramente dentro da Área 1.

 

 

 

 

Sábados

TEMA DE ...

É um facto que as autoridades municipais, há anos, enfrentam ...

...

A INFÂNCIA e a arte são universos muito próximos. ...

Conselho de administração

Presidente: Bento Baloi

Administrator: Rogério Sitóe

Administrator: Cezerilo Matuce

Siga-nos

Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction