Director: Júlio Manjate   ||  Director(a) Adjunto(a): 

DOZE graduados, dos quais dez licenciados e dois mestres, que terminaram os cursos em tempo recorde e com melhor classificação, foram premiados ontem em dinheiro, passagens áreas e estágios profissionais na cerimónia de graduação de estudantes da Universidade Eduardo Mondlane (UEM), que teve lugar ontem, em Maputo.

Com efeito, a UEM graduou ontem 546 licenciados e 30 mestres, sendo 283 do sexo feminino e 293 homens.

Os prémios monetários, oferecidos pelos parceiros da UEM, variam de 15 a 25 mil meticais.

Orlando Quilambo, Reitor da UEM, que presidiu ao evento, disse que esta é a primeira graduação de 2018 e testemunha o compromisso de servir cada vez mais e melhor a sociedade moçambicana como centro de excelência académica.

“A colocação no mercado do emprego de graduados preparados para enfrentar os desafios contemporâneos da nossa nação é uma das formas que encontramos de reiterar o nosso compromisso de levar a formação e a investigação científica em prol do desenvolvimento do nosso país”, disse.

O Reitor informou que, pela primeira vez na sua cinquentenária história, a UEM gradua o 1.º grupo de licenciados em Língua de Sinais, sendo 11 do sexo feminino e 8 do sexo masculino.

Nesta cerimónia graduou estudantes oriundos de outros países, nomeadamente Cabo Verde, Quénia e Tanzania.

Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction