As Forças de Defesa e Segurança capturaram três indivíduos suspeitos de terem assassinado, há duas semanas, dois cidadãos no distrito de Nangade, na província de Cabo Delgado.

Entre os suspeitos, todos residentes de Nangade, destaca-se um antigo líder comunitário, segundo fontes locais citadas pela Rádio Moçambique.

Os detidos são suspeitos do assassinato de duas pessoas, uma das quais professor e director da Escola Primária de Nangade, assassinadas com recurso a catanas no dia 30 de Janeiro, quando seguiam de motorizada por um caminho de terra batida, junto à aldeia de Mwangaza, para participar no arranque do ano lectivo.

O governador de Cabo Delgado, Júlio Parruque, esteve no domingo em Nangade, tendo deixado uma mensagem de apoio às famílias das vítimas e apelado à comunidade para manter-se vigilante.

"Nós temos filhos de Nangade que se deixam comprar pelos malfeitores. Esta é uma grande preocupação que nos obriga a organizar-nos e, sobretudo, a unirmo-nos, sempre vigilantes, disse o governador daquela província.

A onda de violência em Cabo Delgado eclodiu após um ataque armado a um posto da Polícia de Mocímboa da Praia por um grupo com origem numa mesquita local que pregava a insurgência contra o Estado e cujos hábitos motivavam atritos com os residentes desde há dois anos.

Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction