As Rádios Comunitárias vão divulgar conteúdos radiofónicos sobre temas de desenvolvimento económico local, que contribuam para estimular a produtividade e competitividade nas zonas rurais.
Para o efeito, escreve a AIM, foi lançado ontem na província de Gaza, o Programa de Mercados Rurais, que vai viabilizar a concretização do desiderato, inserido no Programa de Desenvolvimento Económico Local (ProDEL).
Ao abrigo do programa está prevista a formação de formadores envolvendo quadros do Instituto de Comunicação Social (ICS), que farão a réplica ao nível das Rádios Comunitárias das três províncias de implementação do ProDEL Gaza e Inhambane e Sofala.
A formação cobrirá temas de desenvolvimento económico local visando os mercados rurais, as tecnologias agrárias, as feiras agro-pecuárias, legislação, oportunidades de negócios, que informam e ajudam os produtores locais, empresas de comercialização e outros agentes económicos a utilizarem serviços públicos, para estimular a economia e o crescimento local.
Quanto ao Programa de Mercados Rurais, a chefe de Cooperação na Delegação da União Europeia, Isabel de Almeida, referiu-se à visão partilhada entre a União Europeia e o governo moçambicano, baseada num desenvolvimento económico assente nas potencialidades do país, com realce para áreas prioritárias de geração de emprego e renda, como a agricultura, pecuária, pescas e florestas.
A fonte saudou a iniciativa, que facilita oportunidades de negócio e contribui para um espaço, onde as empresas possam divulgar as suas iniciativas e os pequenos produtores promovam a sua produção aos mercados e consumidores.
A escolha de rádios comunitárias, como parceiras à iniciativa assenta na importância acrescida do seu conhecimento do contexto local e do quotidiano dos ouvintes, ao partilhar informação, inclusive em línguas locais, sobre aspectos cruciais do desenvolvimento económico local.
O Programa de Mercados Rurais disponibilizará equipamentos de comunicação como computadores de mesa, gravadores e microfones às rádios comunitárias e também formar os seus colaboradores em técnicas jornalísticas e temáticas sobre mercados rurais.
A União Europeia apoia o ProDEL com 80 porcento de um valor total de 32.5 milhões de euros, que inclui os co-financiamentos do governo da Suécia num montante de 4,7 milhões e do governo de Moçambique com 4.6 milhões de euros.
O Programa enquadra-se no Acordo de Cooperação assinado entre a União Europeia e o Governo de Moçambique no Âmbito do 10º Fundo de Desenvolvimento Europeu, segundo um comunicado de imprensa da União Europeia, enviado hoje à Redacção da AIM.
Os fundos do ProDEL são disponibilizados aos governos provinciais, municipais e distritais como financiamento directo para actividades de promoção do desenvolvimento económico local ou das zonas rurais, por via de acções por actores locais.

Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction