O Primeiro-Ministro, Carlos Agostinho do Rosário, confere posse, às 14.00 horas de hoje, no seu gabinete de trabalho, ao Director Executivo do Gabinete de Reconstrução Pós-Ciclone Idai, Francisco Manuel da Conceição Pereira, segundo apurou oNotícias Online de fonte oficial.

Pereira foi nomeado terça-feira passada, em sessão ordinária do Conselho de Ministros.

Com sede na cidade da Beira, o Gabinete de Reconstrução Pós-Ciclone Idai pretende dirigir o processo de recuperação e reconstrução daquela cidade de uma forma criteriosa e integrada.

O projecto tem como prioridade a reposição urgente dos serviços sociais básicos, nomeadamente, estradas, energia, água, comunicação e identificação de terrenos para o reassentamento, bem como a avaliação de perdas e danos para facilitar o processo de recuperação e reconstrução.

O ciclone Idai causou 608 mortos e perto de 1.5 milhão de pessoas afectadas.

BIOGRAFIA DE FRANCISCO PEREIRA

Francisco Pereira nasceu a 20 de Novembro de 1944, na Ilha de Moçambique, onde fez os estudos secundários até à 9ª classe, tendo vindo para Maputo em 1960 frequentar o ensino pré-universitário.

Terminou o curso de engenheiro técnico de engenharia civil e minas em 1965 (1961-1965) em Moçambique, tendo iniciado a sua actividade profissional em 1966 nos Caminhos de Ferro de Moçambique. De 1969 a 1974 licenciou-se em Engenharia Civil pelo Instituto Superior Técnico de Lisboa, em Portugal.

Depois da Independência, esteve sempre ligado ao sector de obras públicas. Assim, entre 1975 e 1980 exerceu a função de Presidente da Junta Autónoma de Estradas de Moçambique (depois Direcção Nacional de Estradas), tendo dirigido a elaboração do Plano-Director de Desenvolvimento da Rede Rodoviária, a reorganização dos Serviços de Manutenção de Estradas e participado no processo de criação de empresas estatais de construção e manutenção de estradas.

Entre 1980-1988 exerceu as funções de Director Nacional de Economia e de Construção no Ministério de Construção e Águas, com a responsabilidade de elaboração e controle dos planos anuais e plurianuais de construção, e igualmente a direcção dos sectores de habitação e edifícios públicos.

Entre 1988-1995, como Consultor, foi Coordenador da Componente de Habitação do Projecto de Reabilitação Urbana de Maputo e Beira financiado pelo Banco Mundial.

Em paralelo, desde 1994, realizou trabalhos de Consultoria em estudos e projectos de engenharia civil, através da empresa de que é sócio maioritário, a Projecta. Neste quadro participou em diversos estudos de planos directores de algumas cidades do nosso país, no domínio das infraestruturas.

Iniciou nos anos 90 a função de docente universitário, primeiramente, na Faculdade de Arquitectura e depois no ISUTC.

Esteve a trabalhar como profissional de engenharia civil, em momentos diferentes, em Portugal, Guiné-Bissau, São Tomé e Príncipe e Angola.

Em 1999, regressa ao sector de estradas, primeiro como Vice-Presidente da Administração Nacional de Estradas e depois, em 2004, com a criação do Fundo de Estradas é designado Presidente do Conselho de Administração do Fundo de Estradas, cargo que ocupou até ser designado em Janeiro de 2010 Vice-Ministro das Obras Públicas e Habitação.

Em 2005, foi eleito Presidente da Assembleia Geral da Ordem dos Engenheiros de Moçambique, tendo sido reeleito em 2010, até 2015.

 

Comments

A Polícia da República de Moçambique e fiscais do Parque Nacional da Gorongosa (PNG) apreenderam duas peças de elefante e detiveram dois alegados intermediários de venda de marfim, anunciou ontem fonte policial na cidade do Dondo, província de Sofala.

Os dois detidos, de 33 e 26 anos, terão sido aliciados para transportar as presas desde Muanza, junto ao parque, para Dondo, nos arredores da cidade da Beira, capital da província de Sofala, referiu Daniel Macuácua, porta-voz do comando provincial da Polícia da República de Moçambique (PRM).

Os 75 quilos de marfim seriam ali entregues a compradores, que terão fugido quando os fiscais do PNG interpelaram os intermediários.

"O negócio envolvia outras quatro pessoas. Há um trabalho de seguimento" que está a ser feito, acrescentou o porta-voz.

Segundo a PRM, os intermediários já tinham acordado com os compradores do marfim o preço de 2500,00 meticais o quilograma, o que neste caso totalizaria 187.500 meticais.

No entanto, os dois detidos disseram a jornalistas que cada um deles receberia 10.000 meticais.

A operação de apreensão do marfim resulta de um trabalho conjunto da PRM envolvendo fiscais da PNG, depois de terem sido encontradas pistas sobre o tráfico ilegal de marfim.

“Acreditamos que o elefante terá sido abatido no Parque Nacional da Gorongosa”, concluiu Daniel Macuácua.

 

 

Comments

Uma tempestade tropical severa poderá afectar nos próximos dias a região norte da província de Cabo Delgado e sul da Tanzânia, segundo um comunicado do Instituto Nacional de Meteorologia (INAM), a que o Notícias Online, teve hoje acesso.

O fenómeno resulta de um sistema de baixas pressões que se formou ao norte de Madagáscar, nas coordenadas 10.6 graus Sul de latitude e 47.6 graus Este de longitude.

Segundo o documento, as projecções indicam que este sistema poderá atravessar o canal de Moçambique a partir de amanha, terça-feira, e espera-se que o mesmo evolua podendo atingir o estágio de tempestade tropical severa ao aproximar a costa norte de Moçambique nos próximos dias, afectando a região norte de Cabo delgado e sul da

Comments

As autoridades do sector de estradas em Gaza mostram-se preocupadas com a degradação progressiva da ponte sobre o rio Limpopo, na Estrada Nacional número 1 (EN1), na cidade de Xai-Xai.

Segundo a Rádio Moçambique, neste momento está interdita a passagem sobre esta ponte de veículos com carga superior a 48 toneladas, uma medida que visa salvaguardar aquela infra-estrutura,

O delegado da Administração Nacional de Estradas (ANE) em Gaza informou que camiões com peso superior a 48 toneladas são forçados a transitar por vias alternativas.

Jorge Govanhica assegurou que o Governo está a trabalhar no sentido de mobilizar fundos com vista a custear as obras de reabilitação de raiz da ponte sobre o Rio Limpopo, no Xai-Xai.

Comments

O INSTITUTO Nacional de Acção Social (INAS), Delegação da Maxixe, está a assistir 12.773 pessoas no âmbito do Programa de Subsídio Social Básico (PSSB), com vista a minimizar o sofrimento dos que vivem na extrema pobreza e sem capacidade de trabalhar. Leia mais

Comments

Subcategorias

Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction