Director: Júlio Manjate   ||  Director(a) Adjunto(a): 

Vinte e cinco quilogramas de camarão foram apreendidos sexta-feira, no bairro do Triunfo e no Porto de Pesca, na cidade de Maputo, em pleno período de veda de captura e venda deste marisco. LEIA MAIS

Comments

Está na fase de instrução preparatória o processo que envolve 20 indivíduos indiciados de corte ilegal de madeira, na zona tampão no Parque Nacional da Gorongosa (PNG), na província de Sofala. LEIA MAIS

Comments

O Ministro da Ciência e Tecnologia, Ensino Superior e Técnico Profissional, Jorge Nhambiu, garante todas as condições de segurança para os estudantes, que vão à província de Cabo Delgado, no âmbito do Programa Férias Desenvolvendo o Distrito.

No próximo domingo, um grupo de estudantes finalistas parte para várias províncias do país, incluindo Cabo Delgado, onde, desde Outubro de 2017, se tem assistido a ataques perpetrados por grupos de malfeitores, particularmente, nos distritos costeiro de Palma e Mocímboa da Praia.
“Os estudantes finalistas irão sim (a Cabo Delgado). As Forças de Defesa e Segurança (FDS) estão no local para manter a segurança. Portanto, os finalistas irão sim lá”, disse Nhambiu.

O ministro falava ontem, em Maputo, na cerimónia de abertura da 14ª edição do Programa Férias Desenvolvendo o Distrito, que conta com a participação de 850 estudantes finalistas de várias instituições de ensino superior do país.

Nhambiu enalteceu o programa pelo facto de o mesmo contribuir para o desenvolvimento do país, através de apoio, que os estudantes prestam nos distritos, onde são afectados.

“O Programa Férias Desenvolvendo o Distrito integrará estudantes provenientes de outros países, e será implementado, tendo em conta o mapeamento sobre as oportunidades oferecidas por cada distrito do país”, disse.

Através do Programa Férias Desenvolvendo o Distrito, o ministro diz que o governo reconhece a contribuição da juventude nos esforços de combate à pobreza, sobretudo através do uso do conhecimento científico e tecnológico adquirido no processo de formação em diferentes instituições de ensino superior.

“Aliado ao conhecimento tradicional das comunidades com as quais os jovens têm interagido, trás soluções práticas para as comunidades em causa e cria oportunidades para a inserção sócio profissional dos jovens ao nível dos distritos”, referiu citado pela AIM.

O coordenador da Associação dos Estudantes Finalistas Universitários de Moçambique (AEFUM), Osvaldo Mauaie, disse que o programa permite aos estudantes identificar as oportunidades existentes nos distritos, bem como adquirir experiência profissional.

Comments

A taxa de indivíduos adultos em Moçambique que não tiveram oportunidade de estudar é de 45%, mas o número de mulheres que não sabe ler nem escrever é duas vezes superior ao dos homens.

A situação é mais prevalecente nas áreas rurais, onde vivem 57% das pessoas não alfabetizadas, em comparação com 23%, que residem nas áreas urbanas.

Os dados são avançados pela Agência das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura, UNESCO, que está a promover o Programa de Desenvolvimento de Capacidades para a Educação, PDCE, em conjunto com o governo moçambicano.

O objectivo passa por desenvolver um novo currículo para a Educação Primária para Jovens e Adultos, que, actualmente, está a ser testada no país. O programa também promove a formação de professores.

A iniciativa apoia ainda um Programa de Aprendizagem Familiar, originalmente, desenvolvido pelo Fundo Malala.

Este programa é destinado a famílias não alfabetizadas e contempla alfabetização, o ensino de matemática e competências do dia-a-dia, tais como técnicas de higiene, nutrição e educação dos filhos.

O programa visa também lidar com a falta de educação infantil em Moçambique, uma vez que apenas 4% das crianças com menos de 5 anos recebem este tipo de educação.

Segundo a Unesco, o Programa de Aprendizagem Familiar está já a ser implementado em duas províncias, Nampula e Maputo.

A agência diz que esta limitação “impede o acesso a empregos com salários elevados e a participação política e social.” Para além disso, “perpetua o ciclo de pobreza a longo prazo.”

(ONUNEWS)

Comments

OS candidatos a ingresso na Universidade Lúrio (UniLúrio) mostram-se confiantes e esperam bons resultados nos exames de admissão realizados para esta instituição de ensino. Leia mais

Comments
Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction