Terça-feira, 28 Maio, 2024
Início » ADMISSÃO À UEM: Provas integradas dividem candidatos

ADMISSÃO À UEM: Provas integradas dividem candidatos

Por Issa Likwembe
494 Visualizações

CANDIDATOS à frequência de cursos na Universidade Eduardo Mondlane (UEM) têm opiniões divergentes sobre o modelo integrado dos exames de admissão, que consiste em provas de duas disciplinas em três horas consecutivas.  

A modalidade foi implementada pela primeira vez em 2021, suscitada pela Covid-19, estando a ser replicada nos cursos com maior número de candidatos, visando reduzir a mobilidade dos candidatos aos locais das provas.

Entretanto, candidatos entrevistados no terceiro dia dos exames de admissão entendem que, superada a emergência sanitária, se devia voltar à modalidade anterior – prova de uma disciplina em duas horas, com um intervalo entre uma e outra.

Para Y. Cuna, candidata ao Curso de Medicina, fazer exames de Biologia e Química em três horas provoca nervosismo, porque o tempo é limitado. “Quando peguei no enunciado não sabia por que disciplina iniciar, isso atrapalhou-me”, explicou.

banner

Leia mais…

Artigos que também podes gostar

Leave a Comment

Propriedade da Sociedade do Notícias, SA

Direcção, Redacção e Oficinas

Rua Joe Slovo, 55 • C.Postal 327

Capa do dia