Segunda-feira, 24 Junho, 2024
Início » Trabalhadores reiteram fim de contratos precários

Trabalhadores reiteram fim de contratos precários

Por Issa Likwembe
1,3K Visualizações

HOJE é Dia Internacional do Trabalhador. No país as celebrações do 1º de Maio voltam a ser dominadas por reivindicação de salários justos e fim da precariedade do emprego, vista como forma de perpetuar a pobreza. 

Simião Simango, substituto do secretário-geral da Organização dos Trabalhadores de Moçambique-Central Sindical (OTM-CS), espera que cerca de 355 mil trabalhadores desfilem por ocasião da efeméride, não só na cidade de Maputo como também em outros pontos do país.

Para Simango, as manifestações são um grito de socorro de quem vê os seus direitos laborais e sindicais beliscados e, acima de tudo, um posicionamento dos trabalhadores “perante a situação sócio-laboral caótica a que os moçambicanos estão sujeitos”.

O lema escolhido para este ano – “Trabalhadores Juntos na Luta Contra a Precariedade Laboral e Elevado Custo de Vida” – sinaliza, segundo a fonte, o compromisso do movimento sindical com a luta pelos direitos laborais, incluindo a liberdade do exercício da actividade sindical.

the_ad_group(621);

Artigos que também podes gostar

Propriedade da Sociedade do Notícias, SA

Direcção, Redacção e Oficinas

Rua Joe Slovo, 55 • C.Postal 327

Capa do dia