Terça-feira, 16 Julho, 2024
Início » GREVE NA SAÚDE: Associação suspende serviços mínimos

GREVE NA SAÚDE: Associação suspende serviços mínimos

Por Jornal Notícias
1,3K Visualizações

A ASSOCIAÇÃO dos Profissionais de Saúde Unidos e Solidários de Moçambique (APSUSM) anunciou ontem em Nampula o cancelamento total dos serviços mínimos prestados pela classe em todos os hospitais do país.

A decisão foi tomada na sequência do que consideram falta de resposta do Governo às exigências daqueles profissionais, dentre as quais o pagamento de horas extras, material de trabalho, falta de medicamentos nas unidades sanitárias, entre outras.

Falando em conferência de imprensa, o coordenador provincial da agremiação, Lopes Remane, revelou que, durante os 15 dias da greve dos profissionais, o número de óbitos nos hospitais subiu de 300 para 701.  

O aumento dos óbitos tem que ver com a falta de atendimento adequado à população, porque os profissionais têm estado ausentes dos seus postos de trabalho.

Remane desmentiu o Governo que, através do ministro da Saúde, Armindo Tiago, anunciou recentemente o enquadramento de 60 mil funcionários nas carreiras profissionais. Reiterou que a greve dos profissionais da Saúde  existe, contrariando os pronunciamentos do governante, e asseverou que ela será alargada para tempo indeterminado.

O coordenador disse que o Governo está a recorrer a estudantes estagiários para preencher os lugares deixados pelos profissionais em greve, considerando esta medida uma violação da lei que regula os estágios no país. Para ele, os estudantes não devem prescrever qualquer medicação e muito menos assistir um paciente sem a presença de um técnico qualificado.

Leia mais…

Artigos que também podes gostar

Propriedade da Sociedade do Notícias, SA

Direcção, Redacção e Oficinas

Rua Joe Slovo, 55 • C.Postal 327

Capa do dia