Domingo, 14 Julho, 2024
Início » LUTA CONTRA O TERRORISMO: Nyusi reitera apelos à vigilância

LUTA CONTRA O TERRORISMO: Nyusi reitera apelos à vigilância

Por Juma Capela
822 Visualizações

O CHEFE do Estado, Filipe Nyusi, apela ao reforço da vigilância e à denúncia dos terroristas que devastam partes da província de Cabo Delgado, condição essencial para o alcance da paz e do bem-estar.

O repto foi lançado ontem no distrito de Mueda, em Cabo Delgado, durante a celebração dos 64 anos do massacre de Mueda, acto no qual também foram homenageados mais de 240 veteranos da luta de libertação nacional. Na mesma cerimónia, foi reinaugurado o Centro de Interpretação.

Nyusi anotou que os veteranos condecorados continuam a dar o seu contributo na defesa da soberania e da integridade territorial, inseridos na Força Local que combate o terrorismo nesta província.

“Estes veteranos, ao lado das Forças de Defesa e Segurança (FDS), com o apoio do Ruanda e das tropas da SADC, desactivaram os terroristas das vilas e aldeias que haviam ocupado e destruíram praticamente todas as bases fixas, tornando-os nómadas. Muitos deles foram postos fora de combate”, disse.

Sobre o Centro de Interpretação, o Presidente da República aconselhou aos mais velhos a contarem a história da luta de libertação e também às academias para não só pesquisarem, mas também comentarem o massacre, para que a história seja lida, conhecida e capitalizada no país, na região e no mundo.

Num outro desenvolvimento, Nyusi apontou o desenvolvimento de infra-estruturas na província, com destaque para o recém-inaugurado aeródromo de Mueda, transformado para receber operações mistas, entre civis e militares.

A infra-estrutura em alusão beneficiou de obras de reabilitação que consistiram na requalificação e resselagem da pista, instalação de sinalização luminosa da pista, instalação de sistema de controlo, vedação, entre outras benfeitorias.

“A partir de hoje, o aeródromo passa a operar com capacidade acrescida, o que lhe permite contribuir para a defesa aérea da soberania e integridade territorial, podendo  receber cargueiros de longo curso e promover a economia nacional de forma competitiva”, disse.

Anotou que a segunda fase da construção da infra-estrutura deverá contemplar edifícios complementares para o abrigo e atendimento de passageiros com a respectiva sala de honra, entre outros serviços de apoio.

O empreendimento surge dentro de um pacote de medidas integradas para melhorar a mobilidade de pessoas e bens na província.

Artigos que também podes gostar

Propriedade da Sociedade do Notícias, SA

Direcção, Redacção e Oficinas

Rua Joe Slovo, 55 • C.Postal 327

Capa do dia